Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Ditadores e ditaduras.

por Tomás Vasques, em 14.02.07
.

Na sequência do programa televisivo “Grandes Portugueses” veio mais intensamente à baila o nome do nosso ditador mais conhecido, António de Oliveira Salazar. Aliás, na última década muitos livros foram editados sobre o homem, uns mais apologéticos, outros mais críticos, uns mais factuais, outros mais ideológicos. E tenho na minha estante, para além de outros, uma excelente fotobiografia de Salazar, da autoria de Fernando Dacosta, editada em 2000, como tenho Fidel Castro, biografia a duas vozes, de Ignacio Ramonet, recentemente editado pela Campo de Letras. Há quem considere que o ditador Oliveira Salazar deve figurar entre os “grandes portugueses”. Não estou de acordo, obviamente. Não vou agora e aqui aduzir as razões do meu obviamente mas, apesar da minha opinião, não posso deixar passar em branco que muitos dos que dizem cobras e lagartos dos “defensores” do nosso ditador como um “grande português” escondem as suas simpatias actuais (ou relativamente recentes) por outros ditadores, dos quais enumero: José Estaline, Nikita Khrushchov, Leonid Brejnev, Andropov, Tchernenko, Honneker, entre outros, para citar apenas ditadores mortos. Mas, continuam a morrer de amores por ditadores vivos e no poder: Fidel Castro, Mahmoud Ahmadinejad e Kim Jong-il, por exemplo. Ou alimentam a esperança de que Hugo Sànchez substitua, na América Latina, o retirado Fidel Castro. Não merece crédito a voz de quem se “indigna” com esta brincadeira televisiva sobre o Salazar, como se o homem pudesse, a qualquer momento, sair da tumba para nos prender a todos e nos lançar na miséria, quando se mete debaixo do tapete as simpatias por ditadores e ditaduras que, de facto, aprisionam e lançam na miséria milhões de pessoas. Essa história dos ditadores de esquerda serem “melhores” que os ditadores de direita cheira a história da carochinha ou, pior ainda, a má consciência. Atirar pedras com tantas paredes de vidro é pecado! (Corrigido)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:20




Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Links

SOBRE LIVROS E OUTRAS ARTES

CONSULTA

LEITURA RECOMENDADA.