Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Coisas simples.

por Tomás Vasques, em 25.02.10

João Lopes explica com é difícil viver numa favela, sobretudo quando se acorda na cama de um jornalista.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:29

A burca não é um traje, é um ultraje.

por Tomás Vasques, em 25.02.10

Publicidade à borla.

por Tomás Vasques, em 25.02.10

 

Há quem se indigne com este anúncio. Falam de sexismo e outros males. Mas, para compensar, devoram escutas, como quem bebe cerveja. De abertura fácil. É só puxar – dizem, sem se indignarem.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:36

Partido Comunista do Chile ilegalizado?

por Tomás Vasques, em 25.02.10

O Chile regressou à democracia, em 1990, depois dos sangrentos anos de ditadura de Pinochet, através de um pacto político (ainda um compromisso com o ditador), do qual resultaram as regras constitucionais e eleitorais. Durante os últimos vinte anos manteve-se em vigor uma regra eleitoral, segundo a qual deixam de ter existência legal os partidos que não obtenham, nas eleições legislativas, 5% dos votos ou, em alternativa, não elejam um mínimo de 4 deputados. Nas últimas eleições legislativas, a 17 de Dezembro de 2009, 7 partidos ficaram nesta situação, entre os quais o Partido Comunista do Chile, fundado em 1912, que só elegeu 3 deputados e ficou abaixo dos 5% (em 2005, o PC do Chile alcançou 5,14% dos votos, apesar de não ter eleito um único deputado). Não faz sentido, numa sociedade democrática, ilegalizar um partido político em função do resultado eleitoral obtido, como também não faz sentido dizer que a ilegalização do Partido Comunista do Chile se «associa ao recente triunfo presidencial do candidato assumido da direita chilena», como escreve o Avante na sua edição de hoje. A regra eleitoral existe desde o «compromisso para a transição», em 1990.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:03

Ler os clássicos.

por Tomás Vasques, em 24.02.10

Respondendo à pergunta de Ítalo Calvino (Porquê Ler os Clássicos?) fui ler o Auto da Barca do Inferno, de Gil Vicente. Soltei umas gargalhadas (coisa que há quarenta e tal anos, quando li pela primeira vez, não me deve ter acontecido) nos diálogos com Brísida Vaz, a alcoviteira. Os clássicos têm a vantagem de resistir ao tempo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:14

Perguntas e respostas.

por Tomás Vasques, em 24.02.10

Judite de Sousa, uma jornalista experiente, perguntou a Joe Berardo, no Funchal, para o telejornal da RTP: «A quem atribui esta tragédia?» Berardo respondeu, simples, como é seu hábito: «À chuva», e depois explicou a quantidade de litros por m2.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:51

Distracções.

por Tomás Vasques, em 24.02.10

Com as escutas e outros meios policiais e judiciais centrados na luta política, quase não se dá por estas notícias: «O director nacional da Polícia Judiciária (PJ), Almeida Rodrigues, afirmou hoje na Assembleia da República que poderá ter de reequacionar a distribuição de meios “devido ao problema de uma organização terrorista estar a operar” em Portugal

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:45

O estado a que isto chegou.

por Tomás Vasques, em 24.02.10

Henrique Monteiro, Director do Expresso, disse hoje na Comissão de Ética que: «Numa noite, de quinta para sexta-feira, o Sr. Primeiro-ministro telefonou-me e pediu-me para não publicar a história da sua licenciatura». É preocupante como estamos a encarar a privacidade. Para além do deboche das escutas, a divulgação de conversas à mesa de restaurantes, em telefonemas e por aí fora, já nos parece normal. Mas não é. São sinais de decadência, de perda de valores, de perda da noção de privacidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:02

Testemunho da mãe de Zapata Tamayo.

por Tomás Vasques, em 24.02.10

 

 

 

Esta tarde, horas después de la muerte de Orlando Zapata Tamayo, Reinaldo y yo pudimos acercarnos a las cercanías del departamento de Medicina Legal en la calle Boyeros.

Un cordón de hombres de la seguridad de la estado vigilaba el lugar, pero logramos acercarnos a Reina, la madre del fallecido, y hacerle estas preguntas.

Dolor, indignación en nosotros… tristeza y entereza en ella.


Aquí les dejo la grabación, alternativa y sin apenas luz, pero testimonio desgarrador de la angustia de una madre.

Yoani Sanchez.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:09

Finalmente.

por Tomás Vasques, em 24.02.10

Hipocrisias políticas.

por Tomás Vasques, em 24.02.10

Liberdades. Cuba.

por Tomás Vasques, em 24.02.10

A 3 de Abril de 2003, quando as atenções se concentravam na invasão do Iraque, pelos Estados Unidos, o governo castrista encarcerou 78 opositores ao regime por delito de opinião e de manifestação, condenando-os a penas que vão até aos 30 anos de prisão. Entre eles, Orlando Zapata Tamayo, um operário que, ontem, morreu num hospital de Havana, em luta contras as condições prisionais, depois de 85 dias de greve de fome. Não se percebe como os amigos do castrismo, a mais antiga ditadura na América Latina, não se envergonham quando, por cá, falam em «liberdade de expressão». Entre esses amigos do castrismo, chegou ontem a Cuba, o presidente do Brasil, Lula da Silva (juntamente com Hugo Chavéz), que sobre a repressão, a falta de liberdade e as prisões por delito de opinião em Cuba não tugiu, nem mugiu. Democratas…

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:10

Propaganda.

por Tomás Vasques, em 23.02.10

A Ana Cristina Leonardo compara José Sócrates a Goebbels, a propósito de uma recente declaração do primeiro-ministro. É uma comparação de efeito fácil. Tão fácil que me permite repetir: nada de novo no reino da propaganda. Portanto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:06

Inquéritos e processos-crime.

por Tomás Vasques, em 23.02.10

 

A 9 de Outubro de 1904 nasceu a ideia da construção de uma capela de devoção a Nossa Senhora do Monte, localizada no majestoso anfiteatro da cidade do Funchal. A 1ª pedra foi lançada em 1906 e, a Capela, foi concluída no final do mesmo ano. Esta Capela desapareceu na enxurrada de Sábado passado. É preciso avisar o procurador do Ministério Público que abriu um «inquérito» visando «processos-crime por falhas no ordenamento do território».

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:28

Imprensa gratuita: com opinião na informação.

por Tomás Vasques, em 23.02.10

 

— Quem é? — Perguntou a avozinha.
— Sou a sua netinha Capuchinho Vermelho — disse o lobo, disfarçando a voz. — Trago-lhe um bolo e um boiãozinho de manteiga que manda a minha mãe. (…)

 -  Avó, porque tem as orelhas tão grandes?
— São para te ouvir melhor, minha neta.
— Avó, porque tem uns olhos tão grandes?
— São para te ver melhor, minha neta.
— Avó, porque tem uns dentes tão grandes?
— São para te comer.
E, dizendo estas palavras, o lobo mau saltou da cama para comer o Capuchinho Vermelho.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:13




Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Links

SOBRE LIVROS E OUTRAS ARTES

CONSULTA

LEITURA RECOMENDADA.