Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Lá fora é que é bom.

por Tomás Vasques, em 19.02.10

João Gonçalves, sempre acutilante com a «situação» (apesar de achar que Paulo Rangel está fora da «situação»), acha que os portugueses são uma merda (apesar de achar que ele próprio está fora dos «portugueses»). Escreve sobre os portugueses («uma raça tão estúpida como a nossa não mereça melhor») o mesmo que o meu barbeiro me dizia, depois de regressar de uma semana em Bruxelas, onde foi visitar a filha que aí fazia o Erasmus: «Lá fora é que é bom». Se formos ver bem, os espanhóis também são uma merda porque elegeram Zapatero, e os ingleses também porque elegeram, em tempos, Tony Blair.  Não acrescento mais para não me distrair: estou a ler Império Nação Revolução – As direitas radicais portuguesas no fim do Estado Novo (1959-1974), de Riccardo Marchi.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:59

Presidenciais 2011 (4)

por Tomás Vasques, em 19.02.10

Hoje, às 20 horas, Fernando Nobre apresenta-se como candidato à Presidência da República, enquanto Manuel Alegre janta em Coimbra com apoiantes. Leio no DN que muitos «alegristas» deram já o seu apoio a Fernando Nobre e estão no terreno a montar a estrutura nacional da candidatura desde Dezembro. A actual Direcção do PS tem pouca margem de manobra. Dificilmente deixará de dar o seu apoio a Manuel Alegre, militante socialista e apoiante de José Sócrates nas últimas eleições legislativa, transformando-o em candidato oficial dos socialistas, um desejo de Alegre nas últimas presidenciais. O Bloco de Esquerda também já se amarrou a Manuel Alegre. Por sua vez, o PCP apresentará, certamente, candidato próprio. Seguindo a tradição (como em 1986: Mário Soares, Salgado Zenha, Maria de Lurdes Pintasilgo e Ângelo Veloso ou em 2006: Soares, Alegre, Jerónimo de Sousa, Francisco Louçã) surgem vários candidatos a disputar os votos da «esquerda». É bom para separar as águas. Mas, pergunto: haverá segunda volta?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:29

Liberdade de imprensa e accionistas.

por Tomás Vasques, em 19.02.10

Há frases que são todo um programa, valem como se fossem diamantes. Felícia Cabrita, jornalista do SOL, referiu-se aos seus patrões como «empresários angolanos que felizmente libertaram o "Sol" da intenção do PS de liquidar o jornal» E, de seguida, interrogou os deputados socialistas: «São racistas?»

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:34

Falta de memória.

por Tomás Vasques, em 19.02.10

Em 2002 (há tão pouco tempo), Santana Lopes tomou posse como presidente da Câmara de Lisboa e Durão Barroso, líder do PSD, tomou posse com primeiro-ministro, levando atrás de si Paulo Portas e o CDS-PP. O caso «Casa Pia», por vias retorcidas, alimentadas pelo ministério público e por certa comunicação social, caiu em cima da então direcção do partido socialista. Quem se recorda desses tempos alucinantes, em que um  juíz entrou na Assembleia da República, com um canal de televisão em punho, para prender um deputado do PS, sabe que se dizia, numa galhofa alarve, nos corredores de toda esta encenação: nem daqui a 20 anos o PS volta ao poder. Bastou 2 anos – 2 anos, repito – de governação do PSD/CDS-PP, para o PS, em eleições, obter a maioria absoluta. Sempre que a memória é curta, aumenta o disparate.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:13

Figuras de estilo.

por Tomás Vasques, em 19.02.10

Para mim, as escutas telefónicas são como os canos de esgoto. A montante, uns, derramam para lá os seus dejectos; a jusante, outros, banqueteiam-se.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:53

Eleições, meus caros. Eleições.

por Tomás Vasques, em 19.02.10

A Direita anda aluada e de cabeça perdida. Proclama aos sete ventos que o primeiro-ministro tem a sua «autoridade política desfeita em cacos». Mas, por falta de coragem política – é bom que se diga –, nega-se a derrubar o governo no sítio próprio: a Assembleia da República. Quer que o PS destitua o primeiro-ministro. A falta de coragem política e o medo de eleições deu-lhe para esta «solução engenhosa».

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:26

Tempos difíceis.

por Tomás Vasques, em 19.02.10

José Medeiros Ferreira escreve, hoje, no Correio da Manhã: «preparo-me para tempos difíceis». Creio que não é só ele que se prepara. Todos os portugueses se preparam para tempos difíceis.  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:09



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Links

SOBRE LIVROS E OUTRAS ARTES

CONSULTA

LEITURA RECOMENDADA.