Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



||| Citações.

por Tomás Vasques, em 28.07.09

Ainda é da natureza dos partidos viver mal com as opiniões livres e com uma verdadeira diversidade política que não se fique pelas meras contas de cabeças de cada capelinha. Nuns casos, oferecem lugares em troca da desistência, noutros, esperam sinais de fidelidade acrítica, a que chamam cultura de partido, para finalmente aceitarem como seus os que sempre o foram. Seja como for, trata-se de um suicídio. Um partido sem homens e mulheres livres é um partido sem futuro. Porque o compromisso da militância só o é a sério quando tem raízes firmes em convicções pessoais.

 

Daniel Oliveira (Arrastão).

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:27

||| Conquilhas. Receita.

por Tomás Vasques, em 28.07.09

Nesta altura do ano começam a aparecer, por aqui, muitos visitantes à procura de receitas para cozinhar conquilhas. Abri-las ao natural é a maneira mais fácil. Só precisa de uma frigideira, azeite, alhos esmagados e um ramo de coentros. Três pormenores: meta as conquilhas de molho durante uma hora para perderem a areia; deite as conquilhas na frigideira quando o azeite estiver bem quente, sem deixar queimar os alhos; tape a frigideira. Acompanhe com cerveja ou vinho branco, bem gelados. Se gosta mesmo de cozinhar experimente fazer conquilhas com xerém.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:06

||| Notícias do Encontro com José Sócrates (1).

por Tomás Vasques, em 28.07.09

Realizou-se ontem, ao fim  da tarde, o BlogConf – uma «conferência de imprensa» entre José Sócrates e 20 bloggers, onde participei em representação do SIMplex. Saliento, desde logo, 3 aspectos: primeiro, a iniciativa, com um dos principais candidatos a primeiro-ministro, é inédita entre nós e representa, para além da atenção aos «novos mundos», um exigente desafio à sua adversária mais directa, a líder do PSD; segundo, a pluralidade dos participantes (fiquei ladeado – e bem – por João Gonçalves (Portugal dos Pequeninos) e Rodrigo Moita de Deus (31 da Armada); terceiro, a disponibilidade e a entrega do secretário-geral do PS para responder, durante quase 4 horas, a todas as questões colocadas. Se Paulo Querido, o moderador, não tivesse terminado a sessão ainda teríamos ficado mais uma ou duas horas na segunda volta de perguntas-respostas. Antes de passar às questões concretas, à síntese das perguntas e respostas, que reservo para posts seguintes, sintetizo: José Sócrates mostrou convicção nas propostas que faz, uma linha de rumo coerente para o desenvolvimento e a modernização de Portugal e, sobretudo, uma percepção nítida, mesmo que apenas legível nas entrelinhas, do que não correu melhor na sua governação. Tudo isto, caldeado por um optimismo e uma crença indispensáveis para transpor as dificuldades que nos assolam. O que aqui fica, em síntese, e em genérico, documentarei em concreto amanhã.

 

 

Publicado no SIMplex.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:09



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Links

SOBRE LIVROS E OUTRAS ARTES

CONSULTA

LEITURA RECOMENDADA.