Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



||| O ADN.

por Tomás Vasques, em 24.06.09

Henrique Raposo sugeriu um conjunto coerente de pontos programáticos e de identidade a ter em conta nas propostas eleitorais do PSD. O Tiago Moreira Ramalho gostou, disse que seria excelente, mas acrescentou, desalentado: «Para que o PSD faça tudo aquilo, era preciso que mudasse todos ou quase todos os quadros e passasse a ser um outro partido.». Concordo com o Tiago. Aliás, um partido que escolhe alterar o nome, 3 anos depois da fundação, para «partido social-democrata» é porque sabe qual é o seu ADN. Muito mais do quer o PS, o PSD - por razões de «posicionamento ideológico» de oportunidade - vive e se fortalece na fusão com o Estado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:03

||| Transparências. Contribuintes.

por Tomás Vasques, em 24.06.09

Hoje, no Parlamento, veio à baila uma Fundação, meio clandestina, alimentada, pelo menos em parte, com dinheiro dos contribuintes, cuja história tem de ser melhor contada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:17

||| Neda Agha-Soltan.

por Tomás Vasques, em 24.06.09

 

Neda Agha-Soltan, mulher, 26 anos, humilhou todos os ayatollahs Ali Khamenei do mundo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:41

||| Leve duas pelo preço de uma.

por Tomás Vasques, em 24.06.09

Parece que o presidente da República tem uma sondagem em que a vontade dos portugueses se manifesta por eleições autárquicas e legislativas em simultâneo. Cavaco Silva, normalmente tão parco em palavras noutras situações, não se coibiu de falar na dita sondagem, que só ele conhece, na véspera de ouvir os partidos políticos sobre este assunto. Trata-se de um «deslize» planeado com uma de duas saídas: Cavaco Silva marca as eleições legislativas no mesmo dia em que o governo marcará as autárquicas e, com essa decisão, quer expressar que é também um protagonista nas legislativas, ao lado do PSD, fragilizando a autoridade política do cargo que ocupa ou, atende à vontade maioritariamente expressa pelos partidos políticos e, neste caso, quer expressar a isenção partidária do cargo que ocupa. Depois do que já disse, não há outras leituras possíveis. Essa de levar duas eleições pelo preço de uma não é um argumento próprio de um presidente da República, mas de um gerente de supermercado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:43

||| A ler.

por Tomás Vasques, em 24.06.09

Nassim Taleb, americano nascido no Líbano, ensaísta, mais do que filósofo, grande investidor, mais do que professor de Ciências da Incerteza ou corrector, é, provocatoriamente, e por profissão, um profeta do caos. Está em Lisboa e, numa entrevista ao i, fala sobre a actual crise, entremeando, como é seu hábito, coisas inconsequentes com verdades duras e cruas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:02



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Links

SOBRE LIVROS E OUTRAS ARTES

CONSULTA

LEITURA RECOMENDADA.