Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



||| Contra o terrorismo.

por Tomás Vasques, em 20.06.09

Dezenas de milhares de bascos manifestam-se, nas ruas de Bilbao, contra os terroristas da ETA.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:39

Este post de José Pacheco Pereira confirma, em cheio, o que aqui escrevi.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:55

||| O «manifesto dos economistas» [3].

por Tomás Vasques, em 20.06.09

Outra leitura oportuna do «manifesto», a de Jorge Ferreira: Agora saiu um manifesto pelo adiamento das grandes obras públicas por causa da crise. Estiveram à espera que o PS perdesse umas eleições para falar. Suspeito.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:41

||| O «manifesto dos economistas» [2].

por Tomás Vasques, em 20.06.09

Eduardo Graça faz uma leitura pragmática do «manifesto dos economistas».

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:30

||| O «manifesto dos economistas».

por Tomás Vasques, em 20.06.09

 

 

O «manifesto dos economistas», no qual se pede ao «poder político» que reavalie a qualidade do investimento público, é uma arma de dois gumes: de um lado, todos sabemos que alguns dos economistas que assinam o «manifesto» foram ministros de governos anteriores e, nessa qualidade, nada acrescentaram que se notasse, e nenhum deles deu o menor contributo para detectar os sinais ou a dimensão desta crise, o que  diminui as suas apreciações; do outro lado, as características desta «crise» aconselham prudência no investimento público, sobretudo porque, depois desta crise, nada vai ser como dantes, sobretudo ao nível do endividamento e do crescimento. De qualquer modo – com «manifesto» ou sem ele – a qualidade do investimento público, como contributo para a recuperação económica, vai ser um dos temas centrais da campanha eleitoral para as legislativas. E os resultados eleitorais vão depender muito do convencimento dos eleitores sobre a bondade das soluções apresentadas. Daí a oportunidade deste «manifesto».

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:58

||| Citações.

por Tomás Vasques, em 20.06.09

Quando nos lembramos do "La Dolce Vita", de Fellini, nenhum de nós se lembra do Marcello Mastroianni, mas lembramo-nos da bela sueca a tomar banho na Fontana di Trevi. Cada filme, cada país, cada circunstância, cada momento histórico, tem a sua loira do regime. No nosso momento histórico, o meu companheiro Pacheco Pereira é a loira do regime. Ele só quer centrar todas as atenções nele, independentemente daquilo que esteja em causa. É evidente que a loira do regime é sempre má actriz. Quando se lhe dá um papel importante dá sempre para o torto – mas esteticamente é fantástica.

 

Luis Filipe Menezes, entrevista ao i.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:36



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Links

SOBRE LIVROS E OUTRAS ARTES

CONSULTA

LEITURA RECOMENDADA.