Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



||| Fruta.

por Tomás Vasques, em 23.03.09

Há quem associe arbitragens de futebol a fruta. Talvez por isso, o árbitro do jogo da final da taça da cerveja, realizado no sábado, em Faro, tivesse declarado: só vi que não tinha sido penálti quando cheguei ao quarto do hotel. Esclarecedor?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:53

|||Chegar a horas.

por Tomás Vasques, em 23.03.09

Pela leitura deste post, de João Pedro Henrique (5 Dias), percebe-se melhor que quem quer «chegar a horas» não gosta de ser chateado. Seja por meias-maratonas, seja por manifestações. O tal anúncio era politicamente incorrecto, mas parece que batia na tecla certa, enquanto mensagem publicitária.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:52

||| Folhinhos, diz ela. E eu também.

por Tomás Vasques, em 23.03.09

Agora quando fazem manha nos jogos, os jogadores do Figueirense, clube de futebol do Rio de Janeiro, são obrigados a vestir uma camisola (camisa de noite) cor de rosa com folhinhos,   nos treinos que se seguem à ronha.

Hoje, no Globo, vinha a foto de um, cumprindo o castigo. No meu photoshop mental vesti logo uma camisola ao Nuno Gomes que é um jogador muito bonito,  mas que 99 por cento das vezes falha golos de baliza aberta para a selecção.

O treinador do Figueirense pode vir a ser processado por assédio moral,  comentam alguns patetas processuais.  Eu cá gostava dele era para o Sporting.

 

Mónica Marques (sushileblon).

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:19

 

 

Há 39 anos – a 21 de Março de 1970 – a edição da Antologia de Poesia Portuguesa Erótica e Satírica (Edição Afrodite, Lisboa, Dezembro de 1966) foi apreendida e julgada em Tribunal Plenário da Boa Hora, como «ofensivo do pudor geral, da decência e da moralidade pública e dos bons costumes». Foram condenados Fernando Ribeiro de Mello, editor, e Natália Correia, escritora e organizadora da Antologia, a 90 dias de prisão correccional; Luíz Pacheco, escritor, Mário de Cesariny de Vasconcelos, escritor, José Carlos Ary dos Santos, escritor, e Ernesto Geraldes de Melo e Castro, escritor, todos a 45 dias de prisão, substituídos por multa.

 

Texto extraído do catálogo da exposição Gosto de Mulheres, Galeria Arade, em Portimão.

 

 (Na imagem: Natália Correia, vista por Artur Bual, obra patente na exposição.)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:37

||| A coisa promete.

por Tomás Vasques, em 22.03.09

Há 8 meses que o PS e o PSD andam às voltas, sem se encontrarem, com o «nome» do próximo Provedor de Justiça. Depois de, há dois dias, Manuela Ferreira Leite ter reclamado o direito da «oposição» indicar o novo Provedor, Paulo Portas veio a jogo sugerindo os «bons ofícios» de Jaime Gama, enquanto presidente da Assembleia da República, no sentido de resolver o impasse em sede parlamentar. Isto é chutar para canto: não há outra sede para resolver este assunto. Mas a líder do PSD, num reconhecimento público da sua desastrada conferência de imprensa, aplaudiu a proposta de Paulo Portas, deixando de reclamar a indicação do «nome» do Provedor pela «oposição» e transferindo tal indicação para o «parlamento», onde sem o acordo do PS não é possível ultrapassar o impasse. Entretanto, ao fim do dia de hoje, Bernardino Soares, em nome do PCP, veio reclamar – e bem – que a eleição do Provedor de Justiça deve caber a «todas as forças políticas na Assembleia da República». Só que eu estava convencido que a eleição do Provedor de Justiça já, anteriormente, cabia ao parlamento, nos termos da constituição. E se cabe ao Parlamento, tudo isto é conversa de surdos. Ou não?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:14

||| Treinador de sofá.

por Tomás Vasques, em 22.03.09

O «apito vermelho» não deve tardar muito a aparecer por aí.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:39

||| Poesia [2].

por Tomás Vasques, em 21.03.09

 

 

 

Há quem julgue que já não há tempo para reflectir

Na noite sem veias

E caminhe de encontro a um muro negro

Há quem tenha perdido a sensação do intacto

E procure ainda uma lâmpada mas as lâmpadas

                                                                              extinguiram-se

há quem se decida a não esperar a não ouvir a não chamar

 

 

(António Ramos Rosa, Gravitações, Lisboa, 1983)

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:26

||| Poesia.

por Tomás Vasques, em 21.03.09

Hoje, na Assírio & Alvim,  no Espaço Pessoa & Companhia (no Largo S. Carlos, em Lisboa), das 12h00 às 22h00, todos os livros de poesia terão um desconto de 50% sobre o preço de catálogo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:47

||| TVI e liberdade de imprensa.

por Tomás Vasques, em 21.03.09

 

 

A TVI, propriedade da Media Capital, cujo maior accionista é o grupo espanhol Prisa (conotado com os socialistas espanhóis), proprietário do El País, entre outros títulos, é apontada como um exemplo de pluralismo de informação e bom jornalismo, sobretudo o telejornal às sextas-feiras da autoria de Manuela Moura Guedes. Hoje, muita gente da área do PSD, a começar por Pacheco Pereira, acusa o governo de «pressionar» a TVI para a «governamentalizar». No entanto, não devemos esquecer que a mesma gente dizia há menos de dois anos, a propósito da nomeação de Pina Moura para presidente da TVI: «O dr. Pina Moura presidente da TVI é a completa falta de pudor. Isto é o descaramento total. É o controlo político, assumido sem qualquer disfarce e de forma ostentatória. Com a espantosa nomeação de dois socialistas para a administração da TVI, fica sem qualquer disfarce o projecto político socialista de tomada do controlo da TVI». Afinal não tinham razão e, pelos vistos, aconteceu exactamente o contrário. Aliás, são os mesmo que hoje enaltecem as virtudes da TVI, que se desmentem sem vergonha. A sua visão estritamente partidária leva-os ao engano com muita frequência. O que dizem, hoje, sobre a tentativa de «governamentalização» daquela estação televisiva enforma, provavelmente, da mesma cegueira político-partidária. Não têm emenda!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:00

||| O Provedor de Justiça [2].

por Tomás Vasques, em 21.03.09

Manuela Ferreira Leite esticou a corda do Provedor de Justiça até partir em Jorge Miranda. O que aparentava ser um jogo do «empurra», entre o PS e o PSD, passou a ser mais uma das costumeiras inabilidades políticas da presidente do PSD. Sobretudo, porque Jorge Miranda é um nome acima de qualquer suspeita de «partidarização» do cargo mas, também, porque desde 1990 que a Provedoria de Justiça está nas mãos do PSD.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:43

|||Milagres.

por Tomás Vasques, em 20.03.09

Bento XVI é um crente, como lhe compete. Na sua viagem a África já pediu dois milagres: um, abstinência sexual; outro, fim definitivo da corrupção.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:16

|||O Provedor de Justiça.

por Tomás Vasques, em 20.03.09

Manuela Ferreira Leite defendeu, hoje, que «a indicação do próximo Provedor de Justiça deve caber à oposição». É, provavelmente, uma sugestão acertada em benefício da democracia. Mas, tal sugestão, tem dois óbices de monta: um político; outro constitucional. Quanto ao primeiro, exige que – no caso da presente legislatura – o PSD se entenda com o PCP e o BE (não me parece que Manuela Ferreira Leite pense excluir estes dois partidos do conceito de «oposição»). Quanto ao segundo, é necessário que a Constituição e a Lei sejam alteradas. Hoje, o Provedor de Justiça é, nos termos da Constituição, eleito pela Assembleia da República, exigindo-se uma maioria de dois terços dos deputados presentes. Ora, sendo necessário, neste figurino constitucional, que o partido do governo vote favoravelmente o nome indicado pela «oposição», não há maneira de ultrapassar este obstáculo sem primeiro alterar a Constituição e a Lei no sentido de conferir exclusivamente aos partidos da oposição, com representação parlamentar, o direito de elegerem o Provedor de Justiça. O resto é conversa fiada para empurrar o problema para os «outros, com responsabilidades repartidas entre o PS e o PSD.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:44

||| A o seu a seu dono.

por Tomás Vasques, em 20.03.09

«Desta vez, Francisco Louçã elevou a fasquia da desfaçatez: ele, que nas suas múltiplas intervenções nos últimos tempos, todas laboriosamente difundidas pelos média dominantes – que são, nunca é demais repetir, propriedade do grande capital – se esqueceu sempre de apelar à mobilização dos trabalhadores para a jornada de dia 13, apareceu agora, fingindo fazer uma gracinha, a dizer que entregou a José Sócrates «os cumprimentos» dos manifestantes…»

 

Editorial do Avante, 19.03.09.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:36

||| Opiniões. Democracia.

por Tomás Vasques, em 19.03.09

Já está disponível o nº3 ops!, revista da corrente de opinião socialista liderada por Manuel Alegre.  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:15

||| Notícias da crise. Dia negro.

por Tomás Vasques, em 19.03.09

Em França, hoje é dia de greve geral, sobretudo nos transportes públicos, na saúde e no ensino. Ainda se lembram dos que, por cá, diziam que Sarkozy representava a salvação da França contra a «mediocridade» socialista? Veio a crise e comeu-o.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 00:36




Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Links

SOBRE LIVROS E OUTRAS ARTES

CONSULTA

LEITURA RECOMENDADA.