Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A televisão transmitiu, no telejornal de hoje, o que se passou numa sala de aula na Escola Carolina Michaelis, no Porto, filmado via telemóvel por um outro aluno, que impávido e sereno, tal como todos os outros colegas, assistia à cena escabrosa de falta respeito e agressão de uma aluna para com uma professora. O estado a que, neste país, a Escola e a Educação chegaram é o resultado de mais de 30 anos de desmandos: de governantes, sindicalistas e professores. Só é de estranhar não ser conhecido ainda o castigo exemplar à aluna autora deste desmando. Contudo, acrescento, sabendo ser politicamente incorrecto, que não é impunemente que em programas de televisão, como os Prós e Contras, professores chamam mentirosa, cara a cara, à ministra da tutela; como não é impunemente que professores vão fazer arruaça para a porta de partidos políticos ou de comícios de partidos políticos; como não é impunemente que professores se vistam de negro, colectivamente, para dar aulas ou que envolvam as escolas com panos negros para cenas televisivas; como não é impune a linguagem, muitas vezes insultuosa para com o governo, de dirigentes sindicais dos professores. Os alunos sabem de tudo isso e comentam entre eles. O respeito e a autoridade não são servidos de bandeja, conquistam-se. Quem não se dá ao respeito, dificilmente será respeitado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:33


António Abrunhosa, economista e militante do PS, no Público de hoje, escreve: «Existe uma questão central que caracteriza a crise do Socialismo Democrático e, com particular acuidade em Portugal, do PS: trata-se do progressivo afastamento da “Utupia Igualitária”, matriz Identitária do Socialismo que Marx sintetizou no princípio: “ de cada um segundo as suas capacidades, a cada um segundo as suas necessidades”. Depois da questão central, vem a conclusão: «É pois nesse sentido que devemos empenhar os nossos esforços, com vista a levar a cabo, em primeiro lugar, uma Refundação Doutrinária do Partido Socialista”. Com a devida modéstia, a esta questão eu já tinha dado a resposta há quase dois anos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:46



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Links

SOBRE LIVROS E OUTRAS ARTES

CONSULTA

LEITURA RECOMENDADA.