Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



||| USA, 2008 [3]

por Tomás Vasques, em 09.02.08
Por estes dias, sobretudo depois da passada terça-feira, o mais repetido argumento dos partidários de Obama para os próximos testes eleitorais, entre democratas, é o seguinte: todos os eleitores que votam em Hillary votam em Obama. Mas nem todos os eleitores que votam Obama votarão em Hillary. O argumento faz sentido junto do potencial eleitorado de Obama. Não sei se faz sentido no potencial eleitorado de Hillary.
(Adenda: Barak Obama venceu, ontem, as eleições primárias do Partido Democrata norte-americano em três Estados: Nebraska, Washington e Louisiana.)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:49

||| Treinador de sofá.

por Tomás Vasques, em 09.02.08
Este Sporting está cada vez mais parecido com um pisca-pisca: acende, apaga, acende, apaga.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:53

||| Adivinhem quem tem razão? [2]

por Tomás Vasques, em 09.02.08
O pessoal do costume, que passeava pacata e acidentalmente na Baixa lisboeta, onde tinha ido ver as montras, deu conta da presença de agentes da PSP na sede do Grémio Lisbonense, e de repente, tiveram uma ideia luminosa: vamos ceifar milho transgénico mesmo aqui, no Rossio. Mas desta vez tiveram mais sorte. No verão, no Algarve, a GNR deixou-os ceifar à vontade. Ontem, a PSP não deixou.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:57

||| Histórias da República [4]

por Tomás Vasques, em 09.02.08

«Notícias de Lisboa, nos jornais de Paris, mais precisas e favoráveis. 0 governo estaria seguro de dominar o Porto e esperaria fazê-lo em breves dias, contando para esse efeito com cinquenta mil homens. Cinquenta mil homens! Era o que se nos tornava preciso na Flandres, dispostos a baterem-se! Os monárquicos disporiam de quinze mil. Não sei onde Portugal foi buscar um tão grande exército. Num número do Século que me chega hoje às mãos leio: «Acerca do brilhante revés (sic) infligido em Águeda, pelas tropas da República, aos revoltosos do Porto, são conhecidos mais pormenores.» Este brilhante revés trouxe-me um momento de regozijo, à Eça de Queirós.»
Diário de João Chagas, 9 de Fevereiro de 1919.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:17

||| Adivinhem quem tem razão?

por Tomás Vasques, em 09.02.08

O Grémio Lisbonense é uma associação de cultura e recreio, fundada em 1842, sita no Rossio (por cima do Arco do Bandeira). Ocupa uma casa pombalina cujo proprietário lhe moveu uma acção de despejo. O Tribunal deu acolhimento às razões do proprietário. A PSP foi requisitada para cumprir a sentença judicial. Uns «populares» deslocam-se ao local com o propósito de impedir a execução da sentença judicial. A PSP impediu o assalto à sede, onde cumpre o mandato judicial. Os «populares», entrevistados pelas televisões, protestam contra as bastonadas da PSP: «carga selvagem», «brutalidade» e outros mimos. Em suma: num Estado de Direito, a PSP foi chamada a cumprir ordens de um Tribunal; os «populares», de livre vontade, procuraram impedir a execução de uma sentença judicial. Três questões se colocam: primeira, na contenda entre os «populares» e a PSP, adivinhem quem tem razão? Segunda, durante os anos em que decorreu o processo judicial, a Direcção do Grémio Lisbonense, em conjunto com entidades públicas, nomeadamente a Câmara Municipal, não conseguiram chegar a um acordo com o proprietário do edifício? Terceira, é razoável uma renda de 300 euros por mês num andar com aquela dimensão e localização? Haja bom senso!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:23



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Links

SOBRE LIVROS E OUTRAS ARTES

CONSULTA

LEITURA RECOMENDADA.