Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



||| Agenda Cultural [2].

por Tomás Vasques, em 25.01.08

Amanhã, 26 de Janeiro, às 23:00, no Hot Club, Quarteto de Alexandre Diniz.
Nos dias 31 de Janeiro, 1 e 2 de Fevereiro, também às 23:00, Brückner/Möbus/Erdmann/Rohrer.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:22

||| Pela nossa saúde.

por Tomás Vasques, em 25.01.08

A SIC montou tenda na Ministério da Saúde e não larga o osso. Coisas que se prendem mais com a política (de informação) do que com a saúde. Neste momento (depois de já ter noticiado, pelo menos, 5 ou 6 casos, uns graves, outros de puro folclore, a jornalista com voz melodramática, quase a soluçar, como se descrevesse o cenário de milhares de mortos de um terramoto ou de um tsunami, dá-nos conta da história de um homem a sangrar de um tornozelo que esperou 50 minutos numa ambulância. A minha condescendência – talvez mesmo o meu sorriso – deve-se, provavelmente, ao facto de eu ter vivido um tempo em que (quase) não haviam ambulâncias. Mas, apesar do meu sorriso – sorriso idiota, dirão alguns - estou ao lado de todos os protestos por uma melhor assistência, sobretudo no interior do país e aos mais idosos. A minha dúvida sincera (quase existencial) é quem, a médio e longo prazo (para além da espuma dos dias) terá razão: Correia de Campos ou os seus críticos. Espero ter saúde para ver os resultados.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:33

||| Alma portuguesa.

por Tomás Vasques, em 25.01.08
Lisboa, Rua do Alecrim. Foto Francis C. Afonso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:32


«Dos 23 marroquinos que em Dezembro desembarcaram na ilha da Culatra, no Algarve, restam apenas duas raparigas no território nacional. Só Rajá permanece no Espaço de Acolhimento de Estrangeiros e Apátridas/ Unidade de Santo António, no Porto, onde até há pouco estavam os 21 já deportados. Falava-se muito nela na vigília anteontem à noite promovida por uma dezena de organizações não governamentais à porta. Tornou-se numa espécie de símbolo da "desumanidade" que ali se pretendia denunciar. Conta 16 anos, está grávida "de poucos meses", ali, sozinha. O seu companheiro foi dos primeiros a partir.



A outra rapariga continua à guarda da Segurança Social - à espera de uma decisão do Tribunal de Menores.

Poucos dos que Rajá deixou de ver terão chegado a casa. A entrega a Marrocos "correu muito mal", narra um deles, por telefone. Detidos pelas autoridades marroquinas, depressa se terão tornado alvo de "maus tratos". "Dei dinheiro para ter a minha liberdade", diz.
Já não parece ir a tempo o requerimento ontem apresentado pelo deputado do Bloco de Esquerda José Soeiro a questionar o ministro da Administração Interna, Rui Pereira, sobre a possibilidade dos cinco últimos marroquinos receberem autorização de residência. »


Público, 25.01.2008, Ana Cristina Pereira.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:09



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Links

SOBRE LIVROS E OUTRAS ARTES

CONSULTA

LEITURA RECOMENDADA.