Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Tomás Vasques, em 24.11.06
ESTA É A CIDADE.

Esta é a Cidade, e é bela.
Pela ocular da janela
foco o sémen da rua.
Um formigueiro se agita,
se esgueira, freme, crepita,
ziguezagueia e flutua.


Freme como a sede bebe
numa avidez de garganta,
como um cavalo se espanta
ou como um ventre concebe.


Treme e freme, freme e treme,
friorento voo de libélula
sobre o charco imundo e estreme.
Barco de incógnito leme
cada homem, cada célula.
É como um tecido orgânico
que não seca nem coagula,
que a si mesmo se estimula
e vai, num medido pânico.


Aperfeiçoo a focagem.
Olho imagem por imagem
numa comoção crescente.
Enchem-se-me os olhos de água.
Tanto sonho! Tanta mágoa!
Tanta coisa! Tanta gente!
São automóveis, lambretas,
motos, vespas, bicicletas,
carros, carrinhos, carretas,
e gente, sempre mais gente,
gente, gente, gente, gente,
num tumulto permanente
que não cansa nem descança,
um rio que no mar se lança
em caudalosa corrente.


Tanto sonho! Tanta esperança!
Tanta mágoa! Tanta gente!

(António Gedeão)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:52

...

por Tomás Vasques, em 24.11.06
SONSOS?
Os militares que ontem foram "passear" até à Baixa Pombalina, fardados e acompanhados das respectivas esposas, lamentam que a Marinha (para já) tenha aberto um processo de averiguações com vista a abertura de processos disciplinares aos militares que foram à Baixa ver as montras e fazer compras de Natal.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:20

...

por Tomás Vasques, em 24.11.06
NÃO HÁ COINCIDÊNCIAS.
A CGTP e o 31 da Armada escolheram a mesma data.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:10

...

por Tomás Vasques, em 24.11.06
MARIA MENDES.


Maria Mendes nasceu a 8 de Janeiro de 1943, no Caramulo. Andou pela Escola António Arroio, a escola que ensinava Artes Decorativas, mas dividia-se, nessa altura, entre a escrita e a pintura. Publicou alguns contos e poemas no Século e no República. Em 1971, porque a ruralidade salazarista a queria diminuir ou porque, simplesmente, queria dilatar o espaço em que se queria mover, foi viver para Amesterdão, e por lá ficou, dedicando-se às artes plásticas. A mulher – as mulheres – simbolicamente “descrita”, é o tema principal da sua pintura. Expõe regularmente, sobretudo, na Holanda e na Bélgica, tendo realizado várias exposições individuais em Portugal, normalmente no Porto. Conheci a obra de Maria Mendes, pela primeira vez, em 1991, na Europália Portugal, na Bélgica, e fiquei “preso” ao traço, ao símbolo, ao tema e, porque não, à poesia.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:18

...

por Tomás Vasques, em 24.11.06
ANTÓNIO ALEIXO.
O poeta popular algarvio morreu há 57 anos, em Loulé, num dia de Novembro. Lembrando António Aleixo, lá vai uma quadra:

Eu não sei porque razão
Certos homens, a meu ver,
Quanto mais pequenos são
Maiores querem parecer.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:55

...

por Tomás Vasques, em 24.11.06
VIDAS PRESAS POR UM FIO©.


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:17



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Links

SOBRE LIVROS E OUTRAS ARTES

CONSULTA

LEITURA RECOMENDADA.