Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Tomás Vasques, em 12.10.06
"59 segundos"


A TVE tem um famoso programa de informação às quartas-feiras à noite. É actualmente apresentado com sucesso por Ana Pastor, esta jovem jornalista aqui ao lado. Mas o mais importante do programa, para mim, reside no facto dos entrevistados - jornalistas, políticos e personalidade de destaque convidada - dispôr de 59 segundos, de cada vez, para dizer o que tem a dizer. Acabado o tempo o microfone desaparece - é engolido pelo buraco de onde surgiu, deixando o entrevistado sem som. Gostava de ver os nossos palavrosos políticos, jornalistas e comentadores dizerem o que têm a dizer nos tais 59 segundos. Muitas vezes em 2, 3 ou 4 minutos pouco dizem e estão sempre com queixinhas: não lhes dão tempo suficiente para responder às questões, argumentam. Introduzam em Portugal um programa de informação com este formato e vão ver que teremos uma surpresa: muitas pessoas dirão mais em 59 segundos do que nos 3 ou 4 minutos que normalmente usam.
(via Puxa Palavra)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:51

...

por Tomás Vasques, em 12.10.06
O Nobel também serve para isto:
Comprei há quase dois anos o romance Os Jardins da Memória, de Orhan Pamuk. Manteve-se na estante, inviolável, desde o dia da compra, à espera de uma oportunidade de leitura. Foi sempre, durante estes dois anos, ultrapassado por outras leituras. Provavelmente - confesso -teria o destino de alguns outros livros que vou comprando e que, por falta de tempo, ficam "abandonados" ao pó das estantes. Sorte: este vai saltar do sítio onde adormeceu ainda hoje. (Ontem transcrevi um parágrafo de Mario Vargas Llosa, Travessuras de menina má, na esperança de acertar no Nobel deste ano, mas isto é como o euromilhões nunca acerto.)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:34

...

por Tomás Vasques, em 12.10.06
Até amanhã.


(“Femme nue” de Tamara Lempicka)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:27

...

por Tomás Vasques, em 12.10.06
Que grande pachorra.
Daniel Oliveira , armou-se em estudioso das ideologias, e conseguiu a proeza de ler a moção de José Sócrates ao congresso do PS, o que 99% dos socialistas e 95% dos delegados ao congresso não estão dotados de tal pachorra. Normalmente, quem lê as moções apresentadas aos congressos partidários são os que as escrevem e os que revêm as provas. A estes juntam-se meia dúzia - literalmente meia dúzia - de maluquinhos. Daniel Oliveira alinhou entre estes e de tal modo ficou contagiado que descobriu que José Sócrates é um cabide. Não admira tal conclusão depois do esforço a que foi sujeito por tão intensa leitura. E têm saído tantos romances nos últimos dias...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:52

...

por Tomás Vasques, em 12.10.06
Ninharias.
«Estudo calcula que 655 mil iraquianos morreram devido à guerra»

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:39



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Links

SOBRE LIVROS E OUTRAS ARTES

CONSULTA

LEITURA RECOMENDADA.