Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Tomás Vasques, em 18.03.06
Utopias
«Portugal viveu momentos menos dramáticos que os franceses com o Governo de Durão Barroso. Mas hoje olha-se para a legislação laboral e conclui-se que pouco ou nada mudou no que é importante. Portugal é hoje um país onde é mais difícil despedir que em Espanha. Um dia será até ultrapassado pela França, o símbolo das garantias. Por uma utopia que apenas nos vai empobrecer. Pode ser essa a escolha. Temos apenas de ter consciência do que estamos a escolher». Helena Garrido, DN (texto completo)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:42

...

por Tomás Vasques, em 18.03.06
Evidências (3)
Evolucionismo social-democrata: Darwin nem sempre teve razão.
(Adenda)
«qualquer das alternativas ainda é pior», comentário no Blasfémias a este post.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:57

...

por Tomás Vasques, em 18.03.06
Evidências (2)
Equívocos

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:47

...

por Tomás Vasques, em 18.03.06
As coisas começam a ficar claras
1. UM MITO QUE URGE COMBATER
2. O SÍNDROME «DURÃO BARROSO».

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:38

...

por Tomás Vasques, em 18.03.06
Evidências

O lugar do líder: "Só Cavaco entusiasmou os congressistas", titula a edição de hoje do Diário de Notícias, sobre o primeiro dia de trabalhos do Congresso do PSD. Confirma-se que o líder do PSD está em Belém. As directas foram feitas no dia 22 de Janeiro... , no Tomar Partido.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:30

...

por Tomás Vasques, em 18.03.06
A direita está desorientada
A direita está desorientada: ainda não saiu do passado e não sabe bem onde fica o futuro. O CDS/PP definha entalado entre um líder que vive no estrangeiro e um Paulo Portas obcecado em encontrar um espaço político-eleitoral maior do que o do irmão. O PSD, envelhecido, está prisioneiro do passado recente. Não só porque Marques Mendes não deu um único contributo político para credibilizar o PSD depois da implosão Santana (o afastamento de dois ou três autarcas foi muito pouco), mas sobretudo porque ficou sem autonomia política perante o Presidente da República. Cavaco Silva, apesar das “nuances” – que irão ser exploradas à lupa – estará nos próximos 3 anos mais em sintonia com José Sócrates do que com o PSD/CDS, sobretudo porque está mais empenhado em contribuir para a resolução dos problemas do que alinhar na demagogia oposicionista necessária à sobrevivência. Não devemos esquecer que, bem feitas as contas, as duas maiorias sociais-eleitorais – legislativas e presidenciais - quase se sobrepõem. Pelo caminho que as coisas tomam há condições para uma certa recomposição dos espaços político-eleitorais: o PS pode crescer à custa do PSD; outro CDS/PP poderia crescer também à custa do PSD, enquanto o PCP e o BE poderão crescer ligeiramente à custa do PS. O "centrão", a "classe média" ou lá o que queiram chamar - o povo sereno, moderado - está representado no poder através de Cavaco e Sócrates. Se em finais de 2007, e em 2008, aparecerem sinais de retoma económica e de distribuição de riqueza, Cavaco e Sócrates atingirão o alto da montanha à portas das respectivas reeleições. A ver vamos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:09

...

por Tomás Vasques, em 18.03.06
Congresso do PSD
À primeira vista, e salvo qualquer inesperado acontecimento, Marques Mendes convocou um congresso para sair de lá mais fragilizado do que entrou. Estarei enganado?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:02

...

por Tomás Vasques, em 18.03.06
Até amanhã



Fernando Botero, Donna nel bagno, óleo sobre tela.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:00



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Links

SOBRE LIVROS E OUTRAS ARTES

CONSULTA

LEITURA RECOMENDADA.