Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



PS.

por Tomás Vasques, em 09.06.11

 

Com a renúncia de José Sócrates, eleito recentemente (quase) por aclamação e unanimidade, ao cargo de secretário-geral do partido socialista, abriu-se o processo de candidaturas ao lugar vazio. Apresentaram-se à disputa, até ao momento, Francisco Assis e António José Seguro. António Costa, um nome muito solicitado, descartou-se da incumbência. Qualquer dos dois candidatos será um secretário-geral digno nos tempos que correm. Diz o bom senso político que quem for eleito será o líder da oposição durante os próximos 4 anos e só, então, será candidato a primeiro-ministro. É possível, mas as tarefas que o próximo governo tem pela frente e o estado de desagregação em que a Europa se afunda, não aconselha planeamentos a tão longo prazo. Muito boa gente pensa que o PS irá fazer um longa «travessia do deserto», no mínimo de 8 anos. Disseram o mesmo, rigorosamente, em 2002 aquando da vitória eleitoral de Durão Barroso. E, apesar da história nunca se repetir, seja como tragédia, seja como farsa, o próximo secretário-geral do PS tem, desde o primeiro momento, de agir (sobretudo na definição programática e na ligação à sociedade) como se tivesse eleições a curto prazo. Neste processo, não se deve esquecer o seguinte: 1) o PCP, pode fazer o que quiser na rua, mas eleitoralmente é como uma estaca, não sai dali; 2) o BE quanto mais se radicalizar mais se reduz; 3) o PS não se pode confundir com o PSD, sobretudo com o PSD de Passos Coelho. O território ideológico e programático do socialismo democrático e da social-democracia está, por agora, todo livre. Inclino-me, neste momento, a pensar que, dentro destas premissas, desenhadas a traço bem grosso, Francisco Assis representará melhor os interesses mais profundos do PS do que António José Seguro. A ver vamos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:31




Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Links

SOBRE LIVROS E OUTRAS ARTES

CONSULTA

LEITURA RECOMENDADA.