Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


||| Luiz Pacheco.

por Tomás Vasques, em 21.07.08

 

 

«Finalmente, parece-me ter encontrado a fórmula: 1+1=1. Ou nada? É uma aposta que se decide no que já fiz em quase meio século e no que vier a fazer no tempo mais que tiver. Concentrar-me

 

Luiz Pacheco, Diário Remendado, 1971-1975 (D. Quixote, 2005).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:42

||| Textos de guerrilha.

por Tomás Vasques, em 06.01.08
«Lusco-fusco. Tantas da tarde. No Chalhariz, já a chegar ao Largo do Camões, quem vejo? À minha frente, e reconheci-o pela sua bela cabeleira prateada (não confundir com a peruca despenteada do Abelaira, reles imitação), Mestre Zé Gomes Ferreira, comendo a furiosas dentadas um palmière. Um rapazito de oitenta anos, com tanta gula e alegria, como eu gostaria de ter, se chegasse à idade dele (não chego, descansem). - Mestre! Olhou para trás, desconfiado, deu a última dentado no bolo, não fosse eu roubar-lho, aturou-me. E como?- Mestre – repeti bem alto -, estou a ler o seu último livro e estou a gostar muito…Era a Memória das palavras. Ele falava bastante do Teixeira de Pascoaes e com o Pascoaes visto pelo Zé Gomes temos sempre que aprender. Diz-me o Mestre:- É pá, é uma chatice. Tas a ver: um escritor aos oitenta anos, que pode fazer. Escreve. E, depois? Repete-se, diz baboseiras, sei lá…Digo ao Mestre:- Não está certo. O Mestre diz ali coisas muito giras, sobre o Pascoaes e mais. Já estávamos na esquina da Rua da Misericórdia. O Mestre, despede-se num gesto largo, sem contradita: LIXEM-SE

(Luiz Pacheco, Textos de Guerrilha, Ler, Editora, 1981)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:10

||| Luiz Pacheco (1925-2008)

por Tomás Vasques, em 06.01.08

PARA DAR O EXEMPLO.

Por Carlos Quevedo/Rui Zink.
FOMOS ENTREVISTAR O MAIOR ESCRITOR VIVO. O MAIS ESCRITOR, O MAIS PORTUGUÊS, O MAIS VIVO: LUIZ PACHECO.
Luiz Pacheco, escritor, sofre de asma brônquica. Calvície precoce. Fractura do úmero devido a tentativa de suicídio na Av. De Berna. Queda de dentes natural quase total. Efizema pulmonar bilateral diagnosticado em 1958, obrigado a uso permanente de botija de oxigénio, à noite e ao levantar. Hérnias inquinais não operadas com uso de funda dupla. Hipersensibilidade ao álcool, o que o conduziu a uma fraudulenta fama de alcoólico incorrigível.Tratamento de desintoxicação no Centro António Flores, ambulatório e dois internamentos. Miopia e astigmatismo, quase cegueira. Bissexual assumido. Leve surdez do ouvido esquerdo. Andropausa total. Três mulheres reconhecidas. Três estadias no Limoeiro: 1957, 1959, 1968. Duas estadias na cadeia das Caldas da Rainha: 1967, 1968. Prisões ocasionais e breves em esquadras da polícia. Autor, entre outros títulos, de: Literatura Comestível. O libertino passeia por Braga, a idolátrica, o seu esplendor. Exercícios de Estilo. Comunidade..
(Entrevista à revista Kapa, publicada em Julho de 92. )
O LIBERTINO PASSEIA POR BRAGA, A IDOLÁTRICA, O SEU ESPLENDOR.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:04



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Links

SOBRE LIVROS E OUTRAS ARTES

CONSULTA

LEITURA RECOMENDADA.



Contador

eXTReMe Tracker