Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


||| Diferenças.

por Tomás Vasques, em 12.07.08

 

 

Guillermo Rivera Fúquene é um comunista colombiano, membro do Polo Alternativo Democrático, dirigentes sindical, e que está desaparecido desde 22 de Abril deste ano. Vítor Dias (o tempo das cerejas) solidariza-se – e bem, como todos os que prezam a liberdade e a democracia se solidarizam – com a mulher de Guillermo,  Sonia Betancur e sua filha Chaira Rivera. Escreve Vítor Dias que «Uma testemunha e câmaras de video instaladas no local atestam que foi abordado por um grupo de agentes policiais e foi forçado a entrar num carro da Polícia Metropolitana». A minha solidariedade para com as vitimas e a minha denúncia dos eventuais crimes do Estado colombiano não impedem a solidariedade para com as vitimas e a denúncia dos crimes das FARC. A vida de Guillermo Rivera Fúquene tem tanto valor com a vida de Ingrid Betancourt. Mas há quem pense que as Betancourt deste mundo devem pagar pelos Guillermo Rivera. Não me parece que assim deva ser. E, aqui, reside toda a diferença.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:32

||| Estado de coma.

por Tomás Vasques, em 05.07.08

A propósito da libertação da mais conhecida prisioneira dos campos de concentração das FARC, alguns com voz doce, dizem-me que, apesar de se sentirem felizes, se sentem ludibriados: vi Ingrid aparentemente de boa saúde depois de me terem convencido de que ela estava às portas da morte na selva Colombiana. E acrescentam: Muitos cidadãos mais sensíveis ter-se-ão sentido ludibriados. Ou seja, Ingrid só devia ser libertada em estado de coma. Assim, «aparentemente de boa saúde», é um logro. Não lhes basta uma pessoa ser sequestrada, aprisionada, maltratada, humilhada, durante 6 anos, sem culpa, sem acusação, sem julgamento. Exige-se que se atinja o estado de coma para que a sua libertação não fira a «sensibilidade» de cidadãos – tão culpados como Ingrid - que, nos últimos seis anos, não estiveram sequestrados, viveram com as suas famílias, foram de férias, almoçaram e jantaram onde lhes deu na gana. A «sensibilidade» destes cidadãos é, para mim, um enigma, uma coisa muita estranha.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:40

||| Ingrid Betancourt em liberdade.

por Tomás Vasques, em 03.07.08

 

Durante uma curta ausência recebi a feliz notícia de uma operação do exército colombiano que libertou Ingrid Betancourt do cativeiro a que as FARC a submeteram durante seis anos. Esta libertação (e o modo que foi alcançada) é uma pesada derrota para as FARC (e para todos os seus amigos, os de cá e os de lá). É, praticamente, o início do desmoronar do gulag sul-americano, apesar dos milhares de inocentes que as FARC ainda mantêm em cativeiro.

PS – Aguardo com curiosidade o próximo Avante: deixam cair um manto de silêncio sobre o assunto ou atacam as «forças do imperialismo internacional» que se «imiscuíram» nos assuntos «internos» da Colômbia? A ver vamos!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:10



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Links

SOBRE LIVROS E OUTRAS ARTES

CONSULTA

LEITURA RECOMENDADA.



Contador

eXTReMe Tracker