Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



GRÃO A GRÃO ENCHE A GALINHA O PAPO.

por Tomás Vasques, em 31.08.12

Vejo muita gente a defender a privatização da RTP fundamentando a sua posição no dinheiro que os contribuintes pagam para ter o “serviço público" de televisão. Estes argumentos que não questionam o fundo da questão, e que tratam o tema pelos custos, são sempre muito perigosos. E como sabemos que de grão a grão enche a galinha o papo, qualquer dia ainda nos vêm dizer que isto das eleições custa muito dinheiro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:33

TALIBÃS.

por Tomás Vasques, em 29.08.12

 

Disse hoje o primeiro-ministro sobre a privatização da RTP que “a hipótese mencionada [de concessão a privados] é uma de várias hipóteses, de vários cenários que estão a ser equacionados”. A Administração da RTP tornou público, há dias, em comunicado, o que já antes tinha transmitido ao ministro da tutela, que discordava da concessão a um grupo privado - uma das várias hipótese ainda em estudo, o que se pode ser entendido como uma participação activa na discussão deste assunto sobre o qual ainda não há decisões, segundo nos diz o primeiro-ministro. Um grupo de talibãs pediu de imediato o apedrejamento público da Administração da RTP e que lhes cortassem a cabeça. Isto significa uma de duas coisas: ou os talibãs andam muito nervosos e disparam assustados sobre tudo o que mexe; ou, então, os talibãs sabem que a decisão já está tomada e que o primeiro-ministro hoje não falou verdade, apenas embrulhou a questão para ganhar algum tempo.   

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:41

SOMA E SEGUE.

por Tomás Vasques, em 29.08.12

Dizem os jornais que a chanceler alemã, Ângela Merkel, parte esta noite para Pequim, onde procurará ganhar a cumplicidade do governo da República Popular da China para uma participação mais activa na compra de divida pública de países europeus em crise, nomeadamente de Espanha e Itália. A economia de mercado socialista na República Popular da China soma e segue.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:11

TRAPALHADAS GOVERNAMENTAIS.

por Tomás Vasques, em 28.08.12

Gente próxima do governo (incluindo as “Juventudes Populares”, Marcelo Rebelo de Sousa e muitos blogueiros) exige a demissão da Administração da RTP por esta ter discordado da solução de privatização daquele canal televisivo avançada por António Borges, evocando que a Administração está contra o accionista Estado. Ora, sabendo que nem o primeiro-ministro, nem o ministro Miguel Relvas, que detém essa competência, se pronunciaram sobre o assunto, a administração da RTP apenas está contra um palpite de um consultor. Ou afinal, essa gente próxima do governo acha que António Borges, administrador do Pingo Doce, é mesmo ministro e representa também o Estado? Eu acho que sim. Não estava à espera que eles também achassem.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:27

A PROMISCUIDADE DO MINISTRO GAZUA.

por Tomás Vasques, em 27.08.12

António Borges, o 12º ministro, move-se na actual paisagem política portuguesa como se fosse a rainha do Sabá. Não se deita na cama de Salomão, mas não lhe faltam intimidades promíscuas com a governação, ao ponto de ocupar no espaço público as competências de qualquer ministro empossado, senão mesmo as do primeiro-ministro. Ainda está por apurar se António Borges é, de facto, a eminência parda do primeiro-ministro, estatuto eventualmente conferido pelo tentacular banco Goldman Sachs (como nos diz o jornalista e escritor Marc Roche, no seu livro O Banco: Como o Goldman Sachs Dirige o Mundo) ou se, antes, se trata de um vaidoso peão de brega que salta para a arena para preparar o “touro” para a faena a fim de proteger o toureiro. Contudo, aquilo a que temos assistido é que o personagem aparece na sua qualidade de ministro-consultor sempre que as circunstâncias exigem que se vá “mais além” no afã “reformista” e o governo hesita com medo da reacção das «forças de bloqueio» e da «populaça». Quando estas aparições ministeriais a que nos habituou “correm mal”, tratam-nos a todos por parvos, com uma lengalenga de adormecimento: o senhor é apenas um “consultor”, e como qualquer português tem direito a ter a sua “opinião”. Foi o que aconteceu, não há muito tempo, com a proposta de «redução dos salários» dos portugueses. Depois, deu o dito por não dito, mas preparou o caminho. No fundo, António Borges, o ministro privado das Privatizações, é uma espécie de gazua que vai abrindo as portas que o governo tem dificuldade em abrir.

 

(Ler mais aqui).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:34

LÁ VAI A NAU CATRINETA.

por Tomás Vasques, em 24.08.12

 

A «Invencível Armada» partiu à conquista dos Açores. Deve aportar à ilha do Corvo antes da chegada do Rei. Cuidado com o «canal da Mancha» porque os «ingleses» estão à espreita e, sobretudo, tenham cuidado com as tempestades no regresso, podem dar um 31 pelas barbas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:12

CAMINHOS SEM SAÍDA.

por Tomás Vasques, em 24.08.12

O governo, tendo em atenção a necessidade de obter mais receitas fiscais, subiu o IVA – o imposto sobre o consumo -, nalguns casos da taxa mínima para a taxa máxima, noutros da taxa intermédia para a taxa máxima, com especial incidência nos produtos alimentares e na restauração. A subida deste imposto foi tão grande e sobre tantos produtos que no Orçamento de Estado se previu uma subida de receitas de 10% em relação a 2011. Nos primeiros sete meses deste ano, até Julho, a receita fiscal do IVA é inferior à obtida o ano passado. Não cresceu 10%. Baixou 1,1%. Ou seja, com o IVA mais baixo obtêm-se melhores receitas fiscais. O imposto sobre os veículos caiu 45% e o imposto sobre o tabaco caiu 12,7% contra a estimativa de 10% de crescimento. Mas a desenfreada subida do IVA e de outros impostos indirectos não provoca só a contracção do consumo; provoca também desemprego e, consequentemente, aumento da despesa pública. Sugar as pessoas até ao osso (baixando os salários e aumentando os impostos, a electricidade, o gás, os transportes) destrói parte importante da economia, assusta qualquer investimento e não reduz o défice – antes pelo contrário. Persistir neste caminho é cegueira, apesar de se compreender a dificuldade do primeiro-ministro ter de reconhecer que o caminho que, com tanta convicção, decidiu percorrer não tem saída - é um beco.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:53

PAULO PORTAS SUBSTITUIU EDUINO VILAR.

por Tomás Vasques, em 23.08.12

Encontro por aí muita gente desmemoriada, incapaz de se lembrar do que se passou há meia dúzia de dias, quanto mais há meia dúzia de anos. Não se lembram da festa de arromba que fizeram, com gritinhos histéricos e gargalhadas esgazeadas, revirando os olhos, quando o primeiro-ministro que antecedeu este que nos governa andou a vender computadores na Venezuela. Já nem se lembram da galhofa que fizeram (meteu foguetes e corridas a apanhar as canas) quando Hugo Chávez se dirigiu a Sócrates de braços abertos, e disse: «Meu amigo José». Agora, os desmemoriados, aplaudem aos saltos, como baratas tontas, quando o ministro dos negócios estrangeiros deste governo e líder do CDS-PP anda pela China a vender camisas, sapatos, vinho e azeite. E desfizeram-se em orgasmos múltiplos quando tomaram conhecimento que o responsável do Partido Comunista da China pelas relações políticas com dirigentes políticos de partidos estrangeiros recebeu o líder centrista na sede do PCC, referindo-se a Paulo Portas, nos cumprimentos, em primeiro lugar, na sua condição de dirigente do CDS-PP. A República Popular da China, que constrói o socialismo em direcção ao comunismo (como está escrito e aprovado no último congresso: «o objectivo final do Partido Comunista da China é a realização do comunismo. Os Estatutos do Partido determinam: O Partido Comunista da China toma o marxismo, leninismo, pensamento de Mao Tsedong,  teoria de Deng Xiaoping como guia de acções.») sabe tecer a teia em que enleia esta Direita europeia sem vergonha. Os seus mordomos que por aqui vegetam, sem memórias, nem memória, é que devem andar muito desorientados.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:48

DESVIOS COLOSSAIS A MAIS.

por Tomás Vasques, em 23.08.12

O Diário Económico antecipa, na sua edição de hoje, a síntese de execução orçamental de Julho, que a Direcção Geral do Orçamento vai divulgar durante o dia. As notícias não são boas. As receitas fiscais estão cada vez mais longe do previsto, sendo o desvio da cobrança do IVA cada vez maior. Já é admitida uma derrapagem de 3 mil milhões de euros. É obra! E com a despesa a crescer, lá se vai o objectivo do défice para este ano, a grande batalha deste governo. A receita da austeridade «custe o que custar» (e para além do memorando com a troika), apresentada como o caminho para a «redenção», está falida e o governo bem pode limpar as mãos à parede. Quanto mais austeridade, maior o desastre; quanto maior o empobrecimento da «classe média», mais nos aproximamos de Atenas.  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:19

FREDERICO GARCIA LORCA.

por Tomás Vasques, em 22.08.12

 

Passou esta semana, a 19 de Agosto, o aniversário do fuzilamento de Frederico Garcia Lorca (1898-1936) pelos franquistas. O poeta andaluz foi assassinado por apoiar os republicanos (“estarei sempre ao lado dos que nada têm”) e ser homossexual. A Espanha ainda tem hoje resquícios desses tempos. Há cerca de 70 colégios privados, a maioria da Opus Dei, que separam os alunos das alunas – meninos para um lado, meninas para outro: colégio feminino e colégio masculino. E recebem dinheiros públicos para manterem esta descriminação tão do agrado da igreja. Em finais de Julho, o Tribunal Supremo, ao apreciar esta situação em dois destes colégios em concreto, na Cantábria e na Andaluzia, decidiu que a tais estabelecimentos de ensino não poderão ser atribuídos fundos públicos, na medida em que o seu funcionamento «é incompatível com a Lei orgânica da Educação», segundo a qual não pode haver discriminação por razão de nascimento, raça, sexo, religião ou qualquer outra condição. Ou seja, querem praticar a discriminação por sexo, paguem-na!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:04

NÃO APAGUEM A MEMÓRIA.

por Tomás Vasques, em 21.08.12

 

Faz hoje 44 anos que os tanques soviéticos entraram em Praga e destruíram o sonho de milhares de checoslovacos que aspiravam à liberdade. Também hoje, há 72 anos, Leon Trótski foi assassinado na Cidade do México, às mãos de um agente estalinista espanhol do NKVD, Ramon Mercader.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:45

PACIÊNCIA CHINESA.

por Tomás Vasques, em 21.08.12

O Partido Comunista chinês, como é sua tradição, tratou o «caso» do seu dirigente Bo Xilai com pinças. Bo Xilai era o líder do partido em Chongqing, membro do politburo e candidato a entrar, no próximo congresso do partido, em Novembro, para o todo-poderoso Comité Executivo, composto por 9 membros. Mas, sobretudo, representava uma ala «esquerdista» e «populista» dentro do PCC, mais próxima do «pensamento Mao Tsedong» e da «grande revolução cultural», a que foi posto um ponto final em 1976, do que da «teoria Deng Xiaoping», aprovada e aplicada a partir de 1979. O envolvimento da mulher, Gu Kailai, no assassinato de um inglês, tendo como pano de fundo a corrupção, levou à destituição de Bo Xilai dos cargos que ocupava e ao julgamento da senhora. Tudo feito, ao pormenor, tendo em conta a «contenção de danos» políticos para o Partido e para a imagem exterior da China. O requinte de não acusar e julgar Bo Xilai, neste primeiro momento, por corrupção, é sinal de que o governo e o partido comunista chinês não querem, agora, abrir o debate sobre a corrupção de alguns dos seus mais altos dirigentes. A engenhosa sentença da senhora Gu – uma pena de morte suspensa durante 2 anos, convertível em prisão perpétua, em caso de bom comportamento – significa que a execução da pena de morte a que foi condenada Gu Kailai foi transferida para o ex-dirigente comunista caído em «desgraça» e seu marido. A exigência de «bom comportamento» para a suspensão da pena nos próximos 2 anos não é dirigido à senhora, dentro da prisão, mais sim cá fora, aos partidários de Bo Xilai – aos «esquerdistas» no interior do partido. Dois anos é o tempo calculado para desmantelar, quer no «plano ideológico», quer no orgânico, o grupo de Bo Xilai. Quando a situação estiver controlada irão tratar de Bo Xilai. É a paciência chinesa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:35

ESTÁ O BLOCO BLOQUEADO?

por Tomás Vasques, em 20.08.12

Francisco Louçã, o mais antigo dirigente partidário português no activo (LCI, PSR e BE), por iniciativa própria ou por pressão interna, vai abandonar a liderança do seu partido, cargo que, entre os bloquistas, se designa eufemisticamente de “porta-voz”. Esta anunciada saída só pode ser entendida como o reconhecimento de que o antigo líder trotskista, depois de ter protagonizado o crescimento eleitoral do Bloco, passou a ser um estorvo para o seu partido, como o demonstrou a estrondosa derrota eleitoral nas últimas eleições legislativas, que reduziu os bloquistas a metade dos votos e dos deputados.

 

(continuar a ler Aqui)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:06

HORÓSCOPO.

por Tomás Vasques, em 20.08.12

Se é nativo de Virgem deve ter atenção ao subsídio de desemprego. A Lua deixou Capricórnio e encaminha-se para Plutão, o que significa que mais dia, menos dia lhe reduzem o subsídio. Concentre-se na saúde (sobretudo nas taxas moderadores e na conta da farmácia) porque antes do fim do mês Marte entre em tensão com o Orçamento de Estado. Não se preocupe com o trabalho porque não há. Procure no Amor a falta de dinheiro, já que Vénus está suficientemente estável para não criar atritos. Se o seu Banco insiste no pagamento das prestações em atraso não se preocupe, a crise acaba em 2013 porque Sagitário está em linha com a senhora Merkel.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:44

MUITO BEM ESGALHADO.

por Tomás Vasques, em 20.08.12

 

(Le Soir, 20 août 2012.)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:06

Pág. 1/2




Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Links

SOBRE LIVROS E OUTRAS ARTES

CONSULTA

LEITURA RECOMENDADA.



Contador

eXTReMe Tracker