Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Time - Person of the Year.

por Tomás Vasques, em 15.12.10

 

 

Muita gente, filhos de boas famílias, quer do antigo regime, quer do actual, quiseram antecipar (para aumentar a credibilidade entre os amigos) a escolha do Homem do Ano pela Time. Escolheram o senhor Assange, o tal do «sexo de surpresa» e das «fugas na canalização». Falharam. A Time escolheu Mark Zuckerberg, de 26 anos, criador do Facebook.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:33

É a economia, estúpido.

por Tomás Vasques, em 15.12.10

Um retrato da realidade. Com este governo e com outros que o antecederam.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:08

A minha prima Hermenegilda não usa cuecas.

por Tomás Vasques, em 15.12.10

A minha prima Hermenegilda, mulher ainda vistosa, apesar de não saber a idade, não usa cuecas. Há muitos anos. Diz ela que lhe provoca uma terrível dor na coluna a partir da terceira vértebra. Esta particularidade no dress code da minha prima Hermenegilda, coisa insignificante, está no segredo dos mais íntimos, apesar daquele jantar na Embaixada, em Setembro do ano passado. Foi a contra-gosto. Ela é uma mulher de esquerda à antiga, daquelas que vê o capitalismo a desmoronar-se todos os dias e a revolução a despontar no fio horizonte. Foge a sete pés dessas feiras de vaidades, mas não quis fazer a desfeita ao seu último namorado, um cabotino socialista (ela sempre disse que a ideologia e a política ficam à porta do quarto), assessor de um qualquer ministério. O jantar, onde desfilou meia centena de pessoas, foi uma estopada, como ela previa, mas no fim deu-lhe para ficar à conversa com o senhor embaixador. Frente a frente, na varanda, cada um no seu sofá. Ela, que nunca leu John le Carré e despreza histórias de espionagem, entre cigarros e copos de tinto, falou pelos cotovelos, como sempre, enquanto cruzava e descruzavas as pernas esguias. Consta, que depois das despedidas, o senhor embaixador dirigiu-se à sua secretária, sentou-se, retirou a caneta de tinta permanente do bolso interior do casaco, e anotou num bloco: «Hermenegilda. Perigosa esquerdista. Segundo ela, nas próximas eleições a extrema-esquerda vai ter uma vitória eleitoral estrondosa. Usa cuecas pretas.». Não sei se o senhor embaixador transmitiu estas notas aos seus superiores, como é seu dever, mas se o fez, enganou-se: a minha prima Hermenegilda, como sabem, não usa cuecas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:54

Debates.

por Tomás Vasques, em 14.12.10

Hoje, na TVI 24, às 23 horas, um debate entre Mário Soares e Freitas do Amaral. A senhora Merkel é –muito justamente – o bombo da festa. A não perder.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:30

A sociedade da «informação».

por Tomás Vasques, em 14.12.10

Por estes dias de finais de Outono, os principais jornais do mundo vivem de relatórios onde embaixadores, depois de mais copo, menos copo, descrevem conversas de fim de jantar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:09

Aniversários.

por Tomás Vasques, em 11.12.10

 

 

Manuel de Oliveira faz hoje 102 anos. Parabéns.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:11

A sociedade da devassa.

por Tomás Vasques, em 11.12.10

Algumas pessoas encontraram, por estes dias, o seu herói: um senhor de nome Assange que, segundo Miguel Portas, rouba informação aos ricos para dar aos pobres. Hoje, uma centena de cidadãos foram, ao Largo do Chiado, prestar homenagem ao novo Robin dos bosques – um intrépido lutador do «direito à informação» e da «liberdade de expressão». Muitos dos direitos, liberdades e garantias dos cidadãos nas sociedades democráticas (o pior de todos os sistemas excepto todos os outros) foram limitados na sequência do 11 de Setembro de 2011 (a começar pela banalização das escutas telefónicas), como muitos outros vão ser limitados na sequência das acções da Wikileaks. A sociedade da devassa, (escreveu – e bem – hoje no Expresso Miguel Sousa Tavares) é o que nos espera. E tem os seus defensores, tanto à esquerda, como à direita.

 

Adenda: segundo o Público a «revolta saiu para a rua»: “A revolução digital começa aqui”, gritava um dos cerca de 50 manifestantes que se juntaram em Hyde Park, desfilando depois em direcção à embaixada dos EUA. Durante o percurso, repetiram-se slogans contra a prisão de Assange e o cerco à WikiLeaks.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:07

O Combate de Blogues – programa da TVI 24, em que participo – abriu a votação para blog do ano, blogger do ano e blog revelação do ano a partir de uma lista de nomeações proposta pelos seus participantes. Para votar basta vir aqui. Sabendo de antemão que determinadas nomeações iriam provocar um «movimento organizado» de ida às «urnas», não deixei, por isso, de nomear maioritariamente blogs que se situam fora da contenda política e, também por isso, afastados à partida dos «movimentos organizados». No entanto, não quis deixar de dar um sinal de que «há mais vida para além do deficit», sobretudo na área dos livros, da escrita e das artes em geral.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:58

Emails privados.

por Tomás Vasques, em 08.12.10

Não entendo certas cabeças. Rejubilam quando o sindicato dos jornalistas condena a publicação de um email privado, pelo DN, com conversas entre um jornalista do Público e uma fonte. E rejubilam, também, pela publicação de centenas de milhares de emails privados da diplomacia americana obtidos ilegalmente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:00

Combate de blogues nº 32.

por Tomás Vasques, em 08.12.10

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:10

Realidades. Consumo. Economia.

por Tomás Vasques, em 08.12.10

Esta altura do ano é propícia à medição do estado de espírito dos portugueses, do optimismo ou pessimismo que os apoquenta. Há muitos indicadores, mas estes são os mais fiáveis: os portugueses, entre 29 de Novembro e 5 de Dezembro, levantaram 598 milhões de euros da rede Multibanco (mais 5 milhões do que no mesmo período do ano passado) e gastaram 673 milhões nos terminais de pagamento automáticos nas lojas (mais 30 milhões de euros face a igual período de 2009), no total de 1, 2 mil milhões de euros. Em suma, neste período os portugueses gastaram mais 35 milhões de euros do que em 2009.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:02

Aniversários.

por Tomás Vasques, em 07.12.10

 

Mário Soares celebra hoje 86 anos. Parabéns.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:55

Ler os outros.

por Tomás Vasques, em 07.12.10

Um post como só Fátima Rolo Duarte sabe escrever.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:06

Apanhar bonés.

por Tomás Vasques, em 07.12.10

Luís Paixão Martins não deixa os seus créditos (que são muitos) em mãos alheias. Para além da sua competência na área da Comunicação, exercida através  da Agência LPM, ensaia agora, através do seu blogue, Lugares Comuns, a criação de uma Agência Noticiosa. Uma notícia dada por Luís Paixão Martins, a 1 de Dezembro, sobre o aparecimento, no primeiro trimestre do próximo ano, de um novo semanário surgiu hoje no Público e no Jornal de Negócios. Como diz o autor da notícia no seu blogue, a única mais valia informativa do jornalista foi ter acrescentado que Rui Pedro Soares é socialista. E levaram 7 dias para reproduzir a notícia. É caso para dizer: os jornalistas hoje, em regra, não fazem mais do que apanhar bonés.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:54

Greves, sindicalismo.

por Tomás Vasques, em 06.12.10

A greve sem aviso dos controladores aéreos espanhóis dá bem a medida do sindicalismo nos nossos dias. No caso concreto, trata-se de trabalhadores que ganham uma média de 300 000 euros por ano. Repito: 300 000 euros por ano. Uma situação insustentável para a viabilidade económica de qualquer empresa (ou a delapidação dos impostos pagos pelos contribuintes) que o governo espanhol procurou corrigir. Na acção que desencadearam na sexta-feira, os controladores – uma minoria privilegiada – tiveram o apoio e a simpatia dos sindicatos. Lá, em Espanha; e cá, em Portugal, também. Não admira. Por cá, os rostos do sindicalismo são Mário Nogueira (professor); Ana Avoila (funcionária pública); João Palma (magistrado do MP); António Martins (juiz). O mundo mudou. E mudou muito. Longe vão os tempos em que, por essa Europa fora, os dirigentes sindicais eram operários metalúrgicos ou ferroviários, por exemplo. Hoje, nenhum sindicato mobiliza um operário, um trabalhador mal remunerado para uma greve ou para uma manifestação. Fazem a «festa» com as minorias privilegiadas contra o Estado e contra a maioria dos cidadãos. Mas, há quem (olá Joana Lopes), em nome não se percebe bem do quê, olhe para tudo isto (greves, sindicalismo) com os olhos (e o sentimento) que tinha há 40/50 anos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:45




Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Links

SOBRE LIVROS E OUTRAS ARTES

CONSULTA

LEITURA RECOMENDADA.



Contador

eXTReMe Tracker