Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



||| Literatura, jornalismo e amplas liberdades.

por Tomás Vasques, em 06.06.08

 

Senel Paz é um escritor cubano, vive em Havana, e foi-lhe atribuído o Prémio de Criação Literária Casa da América Latina 2008. Em entrevista ao Público (na ípsilon de hoje) diz não conhecer o trabalho de Yoani Sánchez, também residente em Havana, jornalista da revista digital Desde Cuba e autora do blogue  Generación Y. Senel Paz, a avaliar pela entrevista, é um castrista envergonhado. Yoani Sánchez, dentro dos seus limites, vai dando umas palmadinhas no rabinho do regime. Senel Paz veio a Lisboa receber o prémio que lhe foi atribuído. O regime não permitiu que Yoani Sánchez fosse a Madrid receber o Prémio Ortega y Gasset 2008 de Jornalismo Digital, atribuído por El País. Percebe-se bem porque razão Senel Paz, escritor residente em Havana, não conhece o trabalho jornalístico de Yoani Sánchez, também residente em Havana. Tal como já aqui escrevi em Havana no pasa nada.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:46

||| Praça das Flores.

por Tomás Vasques, em 06.06.08

Um leitor, a propósito deste post, diz-me que passou pela Praça das Flores e lhe pareceu a «zona verde de Bagdade». E acrescentou: «Já reparou que existe uma série  de bloggers aqui  na zona? Torquato da Luz, Daniel Oliveira, Medeiros Ferreira, Joana Amaral Dias… devíamos fazer uma micro-causa  a pedir  a restituição  da Praça das Flores…» Não vale a pena, digo eu. A promoção dos automóveis não tem nada a ver com o preço dos combustíveis. E sabem porquê? Porque quem cedeu a Praça foi um vereador do Bloco de Esquerda.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:19

||| A terra a quem a trabalha.

por Tomás Vasques, em 05.06.08

O CDS-PP é irrelevante, tanto quanto Paulo Portas e a sua «moção de censura» ao Governo. De resto, o Parlamento é irrelevante quando a «rua» marca a agenda da contestação. À mesma hora, 200 000 manifestantes desciam a Avenida da Liberdade convocados pelos comunistas, o que ridiculariza o entusiasmo triunfalista dos 500 participantes na «festa da pobreza» do BE, no Teatro da Trindade. O PCP concretizou, hoje, a sua «moção de censura», mas José Sócrates, como lhe competia, respondeu-lhes: «Não me impressionam os números. O que me impressiona são os argumentos».  E quanto a argumentos, aí, o PCP está em desvantagem: basta ver o trabalho infantil na China ou o desemprego em Cuba, países onde os sindicatos não existem, nem há código de trabalho. De qualquer modo, as próximas eleições legislativas são uma caixa de Pandora.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:49

||| Quem os viu e quem os vê.

por Tomás Vasques, em 05.06.08

 

A Praça das Flores, maneirinha e romântica, ali entre a R. de S. Bento e o Príncipe Real, onde os reformados apascentam as tardes mornas e as crianças se espraiam nos baloiços, foi retirada durante 3 semanas ao usufruto dos lisboetas. Sá Fernandes, na qualidade de vereador da CML, rendido às «migalhas do capitalismo», entregou a Praça ao uso e abuso de uma marca de automóveis. Gradearam a Praça e mandaram os reformados, as crianças e os moradores bugiar para outro lado. O aparato é de tal ordem que, se o destino se encarregar de tal desastre, os bombeiros (terão dado parecer positivo?) não têm acesso à Rua Marcos de Portugal. Num bairro antigo em que uma fagulha pode incendiar a pradaria. Como foi Sá Fernandes que autorizou aquela ocupação, cabe perguntar: ninguém entrega num tribunal uma providência cautelar contra tais desmandos?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:26

||| Citações de Corto Maltese [5]

por Tomás Vasques, em 03.06.08

«Primeiro dizem uma coisa e, depois, fazem outra…»

(Hugo Pratt, Corto Maltese – A balada do mar salgado, vol 3, pág. 52).

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:23

Esta noite, no Teatro da Trindade, há comício das «esquerdas». Manuel Alegre é cabeça de cartaz. Atrás do deputado socialista, à babuja, caminha o BE. Depois, segue a procissão de deserdados. O andor ficou recolhido na Igreja: o PCP tem o mérito de não alinhar em «caldeiradas» pequeno-burguesas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:08

||| Agenda cultural [18]

por Tomás Vasques, em 01.06.08

 

 

A partir de 3 de Junho, Pedro Vieira na Livraria Almedina, no Atrium Saldanha, em Lisboa.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:43

||| PSD [3]

por Tomás Vasques, em 01.06.08

Era tão importante saber quem ficaria em segundo lugar nas «directas» de ontem do PSD como a margem de vitória do novo presidente. Manuela Ferreira Leite disputará as próximas eleições com Sócrates, mas Passos Coelho adquiriu estatuto de futuro líder do partido.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:29

||| Citações de Corto Maltese [4]

por Tomás Vasques, em 01.06.08

«Deter-se assim no passado… é como guardar um cemitério.»

 

                          (Hugo Pratt, Corto Maltese – A balada do mar salgado, vol 3, pág. 22).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:16

||| PSD [2]

por Tomás Vasques, em 01.06.08

Santana Lopes ficou atrás de Pedro Passos Coelho nas «directas» do PSD. Cumpriu-se uma das «pequenas vinganças» de Luis Filipe Menezes.

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:10

||| PSD [1]

por Tomás Vasques, em 01.06.08

 

A fuga de Durão Barroso para o «Egipto» e a institucionalização das «directas» transformou o PSD numa máquina trituradora. Os resultados eleitorais de ontem (três candidatos ficaram praticamente na casa dos 30%), que conduziram Manuela Ferreira Leite à liderança do partido, deixam adivinhar que a máquina elege o presidente do partido para melhor o triturar. Muita gente, no interior do PSD, vai fazer a vida «negra» a Manuela Ferreira Leite, como fez a Mendes e Menezes. Mais de metade do PSD vai «trabalhar» para a derrota do PSD nas próximas eleições. É também curioso, a partir de hoje, ver como Pacheco Pereira, o «ideólogo» da trituração, vai reagir contra os críticos internos da direcção ontem eleita.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:51

Pág. 3/3




Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Links

SOBRE LIVROS E OUTRAS ARTES

CONSULTA

LEITURA RECOMENDADA.



Contador

eXTReMe Tracker