Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Até amanhã.

por Tomás Vasques, em 28.02.07

Ricardo Paula, À espera, acrílico sobre tela.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:57

Piscar o olho.

por Tomás Vasques, em 28.02.07
O 10 de Junho deste ano será comemorado, pela primeira vez, em Setúbal. O Presidente da República não perde uma oportunidade para piscar o olho ao "povo de esquerda".

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:32

Aniversários.

por Tomás Vasques, em 28.02.07

Liz Taylor completou ontem 75 anos de idade, deixando atrás de si um rasto de 50 filmes e 8 maridos. Fora o resto. É uma vida em cheio!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:28

Citações.

por Tomás Vasques, em 28.02.07






Extractos de O meu reino por um título!, Joaquim Fidalgo, Público, 28.02.2007






«Exemplos destes ocorrem com alguma frequência e não ajudam a credibilizar o jornalismo. Lembro um episódio semelhante em tempos, quando uma jornalista resolveu perguntar a um político se tencionava vir a candidatar-se à Presidência da República. O político respondeu que não estava a pensar nisso. A jornalista insistiu: "Mas exclui essa possibilidade?". E ele, qualquer coisa deste género: "Não excluo nem deixo de excluir. Em política, as coisas por vezes mudam, nunca se deve dizer nunca, ainda falta tanto tempo... Mas posso dizer-lhe que, neste momento, isso é questão que eu nem sequer me coloco". E a jornalista, insistente: "Mas posso deduzir das suas palavras que não exclui essa possibilidade?". E ele, meio enfadado já: "Postas assim as coisas, é claro que não excluo, mas insisto que não está nos meus propósitos, não estou a pensar nisso...". No dia seguinte, era título de jornal: "Fulano admite candidatura à Presidência da República". E assim se fabricou uma notícia. Que não era notícia, e só o foi porque a jornalista quis que fosse, forçando o político a pronunciar-se sobre um assunto, mesmo não havendo nada de concreto a dizer. Também aqui o título era formalmente correcto, mas induzia em erro.Isto de fazer títulos é uma arte difícil. Só que entre a arte do jornalismo e as artes do ilusionismo há uma distância que convém respeitar

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:40

Ler os outros:

por Tomás Vasques, em 27.02.07

Quem é que fica com o troco...?!
Elvira (Tabacaria)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:03

Closed.

por Tomás Vasques, em 27.02.07

1. O anunciado cansaço de Paulo Gorjão confirmou-se. Espero que o "closed" dure pouco tempo porque é indispensável, sobretudo aos jornalistas.

2. Hoje, também, o Rui Perdigão foi pelo mesmo caminho, mas estou certo que vai regressar como em todas as outras vezes.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:27

Informação/desinformação.

por Tomás Vasques, em 27.02.07



Numa pastelaria de um bairro histórico, em Lisboa, hoje, à hora pequeno almoço:
Cliente idosa para a empregada do balcão:
- Já viu D. Catarina, os socialistas fizeram uma lei para me tirarem metade da minha reforma. Que tristeza. Como é que eu vou viver?
- D. Maria, isso não pode ser. Ninguém lhe vai tirar metade da reforma. Esteja descansada.
- D. Catarina, acredite. É verdade. Li ali no quiosque no Correio da Manhã. Que tristeza. Se me tiram metade dos meus 600 euros, como é que eu vou comprar os medicamentos?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:28

Nus e realismo socialista.

por Tomás Vasques, em 26.02.07


Caro Rui: ao meu último "até amanhã" – um nu de Otto Griebel - contrapões Die Internationale , uma obra do mesmo autor na pura linha do realismo socialista, entendido como a representação figurativa do “paraíso” socialista e a exaltação das classes trabalhadoras. Depois da 2ª Guerra, Otto Griebel, na RDA, encabeçou, como representante da Associação dos Artistas Plásticos Revolucionários da Alemanha, a luta contra a "ditadura do abstrato" e o "formalismo decorativo" – arte promovida pelos estados capitalistas, como então Otto dizia. Alimentada teoricamente por Georg Lukács, esta escola definiu um programa aprovado na 1ª Conferência de Bitterfeld, em 1959. A partir daqui iniciou-se a persiguição a todos os pintores "dissidentes" – aqueles que não aceitaram o colete de forças da nova escola. Mas, apesar de tudo, Otto Griebel foi (é) um grande pintor e o nu reproduzido (realismo socialista ou expressionismo pouco importa) é de grande qualidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:00

Humor.

por Tomás Vasques, em 26.02.07
Ontem à noite vi, pela primeira vez, o “novo” programa de Herman José. Aguentei meia hora à espera que aparecesse alguma coisa com piada, mas não aconteceu nada. Não consegui esboçar o menor sorriso. É o pior que pode acontecer a um humorista: não ter piada. Esgotou-se e, parece, ainda não deu por isso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:12

Até amanhã.

por Tomás Vasques, em 25.02.07

Otto Griebel (1895-1972 )

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:42

Velhos métodos para novas tecnologias.

por Tomás Vasques, em 25.02.07
Não invejo os bloguistas portugueses residentes em Macau/China.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:43

Mais livros.

por Tomás Vasques, em 25.02.07



Ao contrário de Reinaldo Arenas, o escritor cubano Pedro Juan Gutiérrez não foi expulso da Ilha e por lá vive, escreve e publica no estrangeiro. O que é bom porque vai transmitindo o que se passa no “paraíso” castrista. Está traduzido em português (D. Quixote) o seu Ciclo Havana Central, composto pelas obras Trilogia Suja de Havana, O Rei de Havana, Animal Tropical, O Insaciável Homem Aranha e, o último, Carne de Cão. Pedro Juan Gutiérrez retrata o quotidiano do povo cubano como ninguém. Num estilo simples e directo. Deste último livro transcrevo uma cena, passada na praia de Guanabo, a qual corresponde ao estilo de vida cubano moldado por meio século de “socialismo”:

«Finalmente acabou de chover. A uns passos de mim havia um grupo de gente bêbada. Um dos homens chateou-se com a mulher. Uma gorda descomunal. O gajo disse-lhe:
-Não tens nada de falar a ponta de um caralho com ninguém. Sua puta!
- O caralho mete-lo tu pelo cu acima e puta é a tua mãe, marado!
O gajo enfiou-lhe um estalo na cara. A gorda desatou a chorar, mas pregou-lhe também um estalo. (…) O gajo tinha quatro correntes de ouro penduradas ao pescoço, com uma medalha enorme de uma santa qualquer, o peito peludo como um urso, e uma bebedeira descomunal. Arrastava a língua e dizia:
- Vou-a matar! Não tinha nada que falar com aquele negro!
»

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:29

Reinaldo Arenas

por Tomás Vasques, em 25.02.07
.




Aos poucos a obra literária do escritor cubano Reinaldo Arenas vai sendo traduzida para português. No final de 2006 foram editados mais dois títulos: O Assalto (Ambar) e O Engenho (Antígona). Deste último transcrevo um grito de revolta saído das entranhas da Ilha do velho ditador:


« Será que ninguém sente o crepitar desesperado da Ilha
onde milhões de
escravos (já nem cor têm) esgaravatam
inutilmente a terra?
Não há nada a
dizer; resta-nos derrear o corpo e fuçar.
Não há nada a dizer da liberdade;
aqui ou nos calamos
ou morremos com um tiro.
Não há nada a dizer da
humanidade; aqui, ou aplaudimos
ou morremos com um tiro.
Não há nada a
dizer dos sagrados princípios da justiça:
aqui, ou prostramos o nosso corpo
de escravos ou morremos
naturalmente com um tiro.
Assim se resumem os
nossos direitos



Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:30

Acontece...

por Tomás Vasques, em 25.02.07

Como chatear o pessoal dos parquímetros

por Tomás Vasques, em 25.02.07



Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:44

Pág. 1/8




Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Links

SOBRE LIVROS E OUTRAS ARTES

CONSULTA

LEITURA RECOMENDADA.



Contador

eXTReMe Tracker