Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por Tomás Vasques, em 02.01.07
Sinal dos tempos.
Uma história que ainda vai dar muito que falar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:05

...

por Tomás Vasques, em 02.01.07
Um país à beira de um ataque de nervos (2).
Ainda hoje, Eu, Carolina continua no primeiro lugar do top de vendas FNAC. Somos um povo que perde a cabeça por mexericos e cenas de faca e alguidar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:51

...

por Tomás Vasques, em 02.01.07
Citações (1)
«O antigo procurador-geral da República tenta, num artigo do "Público", desvalorizar e lançar suspeitas sobre as afirmações de Sara Pina, sua antiga assessora. O que Sara Pina disse foi claro que o senhor procurador sabia o que se passava e tinha conhecimento dos contactos com os jornalistas. Não se imaginava de outra maneira. O que foi difícil de acreditar, na altura, foi a forma medíocre como o Procurador deixou cair Sara Pina, como se não lhe devesse nenhuma solidariedade e deixando que a suspeita caísse, inteira, sobre a jornalista. Porquê mais isto agora?, pergunta Souto Moura. Porque a história não é a preto e branco. »
(Francisco José Viegas, JN, 01.01.07)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:30

...

por Tomás Vasques, em 02.01.07
Rigor.
Corre por aí muita tinta procurando culpabilizar o governo, a polícia marítima, os bombeiros, a protecção civil, mais a minha prima que mora perto da Nazaré pela infeliz tragédia que provocou a morte a 6 pescadores. Discutem-se os minutos dos pedidos de socorro, da chegada dos bombeiros e de um helicóptero que saiu do Montijo. Constata-se pela discussão que estamos a progredir: ainda não há meia dúzia de anos ninguém ligava peta a estes assuntos. Hoje há mais exigência de rigor. Parece que está a nascer uma cultura de rigor que não faz parte do nosso código genético, da nossa idiossincrasia. Pode ser que estajamos no bom caminho…

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:45

...

por Tomás Vasques, em 01.01.07
Meditando sobre pensamentos.
«Entre as tragédias que se seguem à cobiçosa comédia posta em prática como Desenvolvimento está a deslocação da riqueza do ser para o ter».
(António Escohotado, O espírito da comédia, Antígona, 2002).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:51

...

por Tomás Vasques, em 01.01.07
Euromilhões.
O Rui parece que acertou.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:38

...

por Tomás Vasques, em 01.01.07
Mensagem de Ano Novo.
Primeira leitura: o Presidente da República disse, em suma: José Sócrates, não me deixes ficar mal.
Segunda leitura: o Presidente da República disse, em suma: José Sócrates eu não quero cair contigo. Ou te esforças mais ou no fim deste ano, se os resultados forem escassos, eu entorno o caldo.
Terceira leitura: o Presidente da República disse, em suma: José Socrátes, a bem da cooperação, faz tu o teu papel que eu faço o meu.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:21

...

por Tomás Vasques, em 01.01.07
Um país à beira de um ataque de nervos (1)


Hoje decidi fazer uma manhã relaxante: às 9 da manhã, mais minuto menos minuto, bebi o primeiro café no Afonso, em Mora. Depois fui até Pavia vaguear pelas ruas quase desertas. Às 11 e pouco estava a beber o segundo café em Avis. Aqui, detive-me na leitura de um jornal local – A Ponte – abandonado na mesa do lado. A chamada de primeira página prometia: Padre Francisco Pacheco em entrevista: «O maior problema em Avis é a infedilidade». Ainda pensei que "infedilidade" podia não ser uma gralha e tratar-se de qualquer fenómeno social que a minha ignorância não atingia. Curioso, peguei no jornal. Nas páginas interiores constatei que se tratava mesmo de uma gralha na primeira página: na opinião do pároco, era mesmo a infidelidade o principal problema de Avis. Levantei os olhos do jornal para fixar os rostos dos 3 presentes, incluindo o empregado (ou o patrão?) atrás do balcão. Não descortinei sinais notórios de quem tinha saído da cama de uma amante. Aqui, em Avis, o maior problema não é o desemprego? Não é a falta de um hospital ou de uma maternidade? Não é a crise? - Palavra abrangente que dá para tudo. Não! O senhor padre era muito claro na entrevista: “infidelidade, divórcios… em 2005 não houve nem sequer um casamento quer pela Igreja, quer no civil, na freguesia de Avis. As pessoas estão a ir para a união de facto”. Toda a entrevista revela um padre amargurado, sem auditório: “Avis é uma seara muito estéril, muito sequiosa, que não quer receber a força da água para beber.” – Queixava-se o pároco. Já a sair de Avis em direcção a Alter do Chão, interroguei-me: o que será a infidelidade na cabeça de um padre celibatário?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:39

...

por Tomás Vasques, em 01.01.07
Pôr a escrita em dia:

1. Não há maior cego do que aquele que não quer ver.
2. Sinceramente,
ainda não percebi.
3. Obrigado ao
Pedro Correia, ao João Gonçalves , ao Eduardo Graça, à Ana Gomes e ao Lauro António: a estima, a consideração e a preferência bloguistica são recíprocas. É na diversidade e na liberdade que nos encontramos. Onde todos nos devíamos encontrar.
4. Foi bom reencontrar o
José Leitão
por aqui.
5. Um abraço ao colectivo Da Literatura (e ao Eduardo Pitta em especial) pelos dois anos de contributos de grande qualidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:24

...

por Tomás Vasques, em 01.01.07
Cenário.


Nestas imagens de interior o tempo
não passa. Um desenho envolve cada
objecto com a luz do seu gesto; e
quando olho para o chão de madeira,
é como se houvesse reflexos de água
em cada tábua. Mas todo este cenário
está suspenso do laço que te prende
os cabelos; e sei que, ao desatá-lo,
as janelas se irão fechar, uma peça
musical encherá o teu corpo com
a sua harmonia, e a obscuridade
que acompanha o amor cobrir-te-á
com o manto quente da tarde.
(Nuno Júdice, A a Z - poema e foto)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:54

Pág. 7/7




Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Links

SOBRE LIVROS E OUTRAS ARTES

CONSULTA

LEITURA RECOMENDADA.



Contador

eXTReMe Tracker