Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Lisboetas.

por Tomás Vasques, em 24.05.07

Em 2001, a editora Livros Horizonte, em colaboração com o grupo Os amigos de Lisboa, publicou o Dicionário das Alcunhas Alfacinhas a partir de uma relíquia constituída por mais de um milhar de folhas de bloco de pequeno formato, manuscritas, desconhecendo-se o seu autor. Ninguém deve renegar os seus antepassados. Transcreve-se uma das 1250 entradas:

«Chico do Alegrete: Chamava-se Francisco Pedro ou Francisco Silva e era carpinteiro. Foi um dos amantes da Severa. Frequentador das vielas da Mouraria, acabou por deixar o ofício e tornou-se um vadio e desordeiro, resolvendo as contendas à facada. Outros fadistas desse tempo eram: o Bichoso, sapateiro, filho de um contrabandista, chamado Eleutério; o Macaco Encarnado, alcunha que lhe puseram no Bairro por ter o cabelo ruivo, era pedreiro; o Zanaga, rufião chamado Sebastião, amante de Maria Nazaré, a Ervanária da Mouraria, que viveu na Rua Capelão (essa mulher de boa figura vendia mesinhas e perfumes para bruxedos, emprestava dinheiro sobre penhores e era proxeneta, prestando-se ela mesmo a substituir as suas protegidas quando a preferiam); o Carolas, que foi sapateiro antes de se entregar à vadiagem; o Preto do Borratém, tipo perigoso de largo cadastro; o Licanço, que foi marujo, tendo levado baixa pelo seu mau porte; o Nicas, bolieiro chamado Tomás, que foi um terrível fadista (trabalhou como sota em casa dos marqueses de Tancos e condes de Atalaia) ; o Luísinho de Setúbal, que foi serigueiro e deixou o trabalho para se entregar à vadiagem; o Cantante, gatuno, desordeiro e vadio que foi degredado para Africa; O José dos Riscos, faquista muito conhecido na Mouraria, Bairro Alto e Alcântara (foi morto à facada pelo Ranhoso); o Carlos Miminho, amante de uma colareja a quem explorava e o Minhoca, que assassinou uma velhota em Arroios

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:41




Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Links

SOBRE LIVROS E OUTRAS ARTES

CONSULTA

LEITURA RECOMENDADA.



Contador

eXTReMe Tracker