Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Marcas de água.

por Tomás Vasques, em 22.08.11

A extinção da Parque Expo, anunciada pelo governo, é uma boa notícia para os contribuintes. Uma empresa pública que acumula dívidas aos bancos superiores a 200 milhões de euros e sem a contrapartida de prestar um relevante serviço público só pode ter este destino, o que já devia ter acontecido há muito tempo. Dito isto, não deixa de ser preocupante que o anúncio desta extinção pareça caído do céu, avulso, desintegrado de uma estratégia de contenção de despesas do Estado. A ministra Assunção Esteves, na sua candura, foi ao ponto de dizer que não fazia ideia de quanto o Estado ia poupar ou se havia ou não despedimentos. Parece que tudo é feito em cima do joelho, o que não augura nada de bom. Aliás, não é caso único neste governo. O ministro Álvaro Santos Pereira foi a Madrid conversar com o seu homólogo espanhol sobre o TGV e ficou baralhado quanto à suspensão do comboio de alta velocidade. Tão baralhado que remeteu a decisão final para Setembro, mandando às urtigas tudo o que o PSD disse, no último ano, sobre o assunto, incluindo o que está escrito, preto no branco, no programa eleitoral: a suspensão do projecto. Estes episódios, a juntar ao sucessivo adiamento do anúncio de um pacote de medidas tendo em vista o emagrecimento do Estado, revelam que Passos Coelho, enquanto líder da oposição, não fazia a mais pálida ideia do que estava a dizer quando dizia ao anterior governo que devia cortar nas despesas do Estado e não insistir no aumento dos impostos. E, depois de dois meses de governo, continua sem saber bem onde cortar. O improviso, começa a ser a marca de água deste governo quanto à redução da despesa, mesmo sem levar em linha de conta as viagens aéreas do primeiro-ministro em económica e a dispensa do uso de gravata para poupar energia.

 

(ler mais aqui)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:30




Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Links

SOBRE LIVROS E OUTRAS ARTES

CONSULTA

LEITURA RECOMENDADA.



Contador

eXTReMe Tracker