Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A partir de amanhã temos um novo primeiro-ministro e um novo governo. Um governo que resulta da vontade dos portugueses e que será suportado, no parlamento, por uma maioria absoluta. Não vai ser um governo simpático; antes pelo contrário. Está obrigado, desde o primeiro dia, a aplicar um duro programa de medidas de austeridade – o programa contido no memorando de entendimento com a troika, rubricado pelos dois partidos do governo e pelo maior partido da oposição. Programa que, mal ou bem, foi discutido durante uma longa campanha eleitoral. O facto de caberem num comboio os portugueses que o leram na íntegra não belisca minimamente a legitimidade democrática que o sufragou a 5 de Junho. No entanto, não haja ilusões. Não nos devemos esquecer que se inicia agora a mudança de padrões de vida e de comportamentos de consumo da maioria dos portugueses. A resistência a essa mudança é incontornável. Ninguém quer mudar para pior. Por isso, o êxito ou o insucesso deste governo nos próximos três anos (admitindo que, neste lapso de tempo, a União Europeia não se desmorona) vai depender, em grande parte, de como souber estabelecer o equilíbrio entre a necessidade de obtenção de resultados (com a aplicação das medidas de contenção de despesas e de aumento de receitas do Estado, como se exige no dito memorando) e a contestação social e política que a aplicação de tais medidas vai provocar. Não terá um minuto de folga. Estará permanentemente entre a prestação trimestral de contas a inspectores externos, a começar já em finais de Julho, e as manifestações, greves e outros protestos que, naturalmente, se adivinham. Da actuação deste novo governo nos próximos dois anos depende se nos vamos ver gregos ou não.

 

(Ler mais no i)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:17




Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Links

SOBRE LIVROS E OUTRAS ARTES

CONSULTA

LEITURA RECOMENDADA.



Contador

eXTReMe Tracker